‘Malhação’ terá nova temporada ambientada na capital

Com previsão de estreia em maio, o programa teve as cenas principais gravadas por aqui

Esqueça os personagens com sotaque italiano do Bixiga ou da Mooca, os bares descolados da Vila Madalena ou os escritórios da Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini. Lançada pela Rede Globo em 1995, a novela adolescente Malhação, com nova temporada prevista para estrear em maio, abandona o DNA carioca e será ambientada em São Paulo sem se apegar aos estereótipos comuns empregados por quem retrata a metrópole.

As gravações de Malhação — Viva a Diferença se iniciaram no dia 2, reunindo 55 profissionais nas equipes técnicas e de criação, e se estendem até este domingo (12) em locações como o Parque do Ibirapuera, a Galeria do Rock e ruas dos bairros de Higienópolis e Liberdade. Mais de oitenta figurantes foram acionados para as cenas do primeiro capítulo realizadas na Estação Vila Madalena do metrô.

Na Estação Vila Madalena do metrô: o diretor Paulo Silvestrini comanda a gravação

Na Estação Vila Madalena do metrô: o diretor Paulo Silvestrini comanda a gravação (Leo Martins/Veja SP)

Escrita pelo cineasta e roteirista Cao Hamburger, a trama gira em torno de cinco garotas de perfil e classe social diferentes, com idade entre 15 e 17 anos. Elas estudam em escolas vizinhas, mas só se cruzam depois do nascimento de um bebê, filho de uma delas, durante uma pane no metrô. Foi o próprio autor que sugeriu à Rede Globo a ambientação da novela na metrópole.

“A ideia era criar uma história cosmopolita, e São Paulo é propícia para estabelecer conexões entre pessoas de culturas e estilos diversos”, afirma Hamburger, um dos criadores do programa infantil Castelo Rá-Tim-Bum e diretor dos longas O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias e Xingu.

O grupo deve voltar pelo menos uma vez por mês para novas tomadas por aqui. Como o grosso das gravações será realizado no Rio de Janeiro, uma cidade cenográfica de 6 600 metros quadrados foi construída nos estúdios do Projac, inspirada na Vila Mariana. É nesse bairro que ficam os dois núcleos principais, uma escola pública e outra particular, por onde circula a maioria dos personagens.

Sem vício carioquês: meninas de São Paulo foram recrutadas para compor a trama

Sem vício carioquês: meninas de São Paulo foram recrutadas para compor a trama (Leo Martins/Veja SP)

Também serão reproduzidas uma estação de metrô, uma pizzaria e ruas com os casarões coloridos típicos da região. Para evitar o predomínio do carioquês nas falas do elenco, o quinteto protagonista, formado por Manoela Aliperti, Heslaine Vieira, Ana Hikari, Daphne Bozaski e Gabi Medvedovski, foi recrutado por aqui.

“Seria um erro retratar São Paulo ou as adolescentes com um olhar estrangeiro, por isso escolhemos as meninas na cidade e nos inspiramos nas experiências pessoais que elas poderiam emprestar para a criação das personagens”, diz o diretor Paulo Silvestrini. Além das novatas, o elenco de Malhação — Viva a Diferença reúne os atores Lúcio Mauro Filho, Malu Galli, Marcello Antony, Aline Fanju e Daniela Galli, entre outros.

 (divulgação/Veja SP)

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s