Clique e assine por apenas 6,90/mês

Em meio a demissões na ESPN, Juca Kfouri deixa a emissora

Outros comentaristas e o vice-presidente de jornalismo do canal no país saíram da empresa

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 14 Aug 2019, 18h42 - Publicado em 14 Aug 2019, 18h29

Na manhã desta quarta-feira (14), a ESPN anunciou a demissão de nomes do alto escalão do jornalismo esportivo da emissora. O vice-presidente de jornalismo no Brasil, João Palomino, e os comentaristas Arnaldo Ribeiro, Claudio Arreguy, Eduardo Tironi, Maurício Barros e Rafael Oliveira deixaram o quadro de funcionários da empresa. Além deles, o canal confirmou a saída também da gerente de produção Renata Netto.

Outro nome de peso que afirma não continuar na ESPN é o jornalista Juca Kfouri. Ao contrário dos colegas, ele não foi demitido, mas conta que seu contrato não será continuado. “Não foi renovado, não fizeram o contrato de renovação”, disse ele a VEJA SÃO PAULO.

Procurada, a emissora não confirmou a informação de Kfouri, mas mandou uma nota sobre a nova fase. “A ESPN vive um processo de transformação e adaptação para atender aos fãs, acionistas e clientes de esportes em meio às constantes mudanças no consumo de conteúdo. A reformulação faz parte do planejamento da emissora para o próximo ano que seguirá apostando no conteúdo ao vivo e nos direitos esportivos de futebol, tais como Premier League e La Liga, além das ligas norte-americanas como a NFL, NBA, MLB, NHL entre outras.

Publicidade