Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Frei é detido durante ação da GCM na Cracolândia

Levado à delegacia por desacato na tarde desta terça (23), o religioso fez uma selfie de dentro do camburão

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 24 jan 2018, 14h36 - Publicado em 23 jan 2018, 21h08

Um frei da igreja católica foi detido pela Guarda Civil Municipal (GCM) na tarde desta terça-feira (23), durante uma ação na região da Cracolândia, no centro de São Paulo.

Frei Agostino foi preso por desacato encaminhado ao 77º DP (Santa Cecilia) e liberado horas depois. De dentro do camburão, o religioso fez uma selfie assim que foi detido. A imagem foi divulgada pelo Padre Júlio Lancelotti nas redes sociais. Ele é membro da Missão Eucarística Voz dos Pobres, capitaneada pelo padre.

Em vídeo divulgado nas redes sociais depois do ocorrido, ele classificou abordagem como ‘truculenta’. “Eu achei por bem defender a dignidade humana dos irmãos de rua, onde aconteceu toda essa questão. Disseram que eu iria para a delegacia por desacato de autoridade, abuso de autoridade, e estar impedindo o serviço e o trabalho do GCM“, diz.

Procurada, a Secretaria Municipal de Segurança Urbana informou em nota que Agostino foi levado junto a dois suspeitos de consumo de drogas como testemunha por tentar impedir a ação dos guardas.

Leia na íntegra:

“A Secretaria Municipal de Segurança Urbana esclarece que a GCM apoiava as equipes de limpeza de rotina na Alameda Dino Bueno, na tarde desta terça-feira, quando flagrou duas pessoas com drogas no local. Os detidos foram levados para o 77º DP, juntamente com uma testemunha que tentou impedir a ação.”

 

Continua após a publicidade

Publicidade