Continua após publicidade

Fã-clube de Ayrton Senna fecha e vende acervo com mais de 200 itens

Família do piloto pediu imóvel em Santana que abriga fotos e objetos do ídolo das pistas

Por Redação VEJASAOPAULO.COM
Atualizado em 5 dez 2016, 14h19 - Publicado em 4 jul 2014, 13h04

A Torcida Ayrton Senna (TAS), principal e mais antigo fã-clube do piloto, deixará de existir em breve. De acordo com o presidente, Adilson Carvalho de Almeida, a família do ídolo das pistas pediu para o grupo sair do imóvel que ocupa em Santana. Sem meios para pagar outro aluguel, os integrantes pretendem vender o acervo que possuem. O valor dos itens e a forma de comercialização ainda não foram definidos.

+ Senna 20: 5 momentos inesquecíveis de Ayrton Senna em vídeos

“São mais de 200 fotos, três capacetes, uma jaqueta, camisetas e óculos.” Almeida diz não saber o valor dos objetos que possui e não decidiu ainda se venderá todos os itens ou apenas as fotos. “Não tenho espaço para guardá-las e gostaria de vendê-las de uma vez só, em um único lote.” 

+ Ayrton Senna ganha homenagem em cena de abertura de game ‘Gran Turismo 6′

Continua após a publicidade

Em um leilão realizado este ano na Inglaterra, um dos capacetes usados por Senna foi arrematado por 71 500 libras, o equivalente a mais de 260 000 reais. Almeida diz que o dinheiro arrecadado com as fotos será usado para bancar os custos dos cinco cachorros que atualmente vivem na sede da TAS.

Criada em 1988, a torcida ocupou por 21 anos o antigo escritório de Ayrton Senna na Vila Maria, na Zona Norte. Na época, os custos eram pagos pela família do automobilista. Em 2013, porém, com o aumento do aluguel, a torcida foi transferida para um imóvel em Santana, que pertencia aos familiares. “Não quero polemizar com a Viviane (Senna, irmã de Ayrton Senna), nem trazer nenhum aborrecimento. Vamos sair antes do prazo de um mês.”

Quando foi fundada, a TAS chegou a ter 18 000 integrantes. Atualmente, Adilson contabiliza como fãs as 3 300 curtidas na página no Facebook. A família de Ayrton Senna informou que não se posicionará sobre o assunto.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.