Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Canal recém lançado, Loading sofre demissão em massa

Jornalistas afirmam terem sido censurados e apontam insatisfação com a linha editorial da nova emissora

Por Redação VEJA São Paulo 11 dez 2020, 19h10

O novo canal televisivo Loading, lançado na última segunda-feira (7), demitiu a equipe de 12 jornalistas do programa Metagaming. As informações são do site NaTelinha, do UOL. 

Segundo o veículo, os ex-contratados alegam que as demissões ocorreram após discordâncias entre a equipe responsável pelo programa Metagaming com a direção do canal em questões relacionadas a linha editorial. Entre esses desentendimentos, os demitidos consideram que houve censura por parte do canal. 

O site diz que um dos ex-profissionais da atração produziu uma reportagem que criticava uma empresa desenvolvedora de jogos parceira da Loading. Isso teria incomodado a direção da empresa, que interviu e informou a equipe que ela não tinha autorização para criticar parceiros. Os jornalistas desaprovaram a atitude, já que consideravam que uma das promessas na época da criação do canal era de total liberdade na produção do conteúdo. 

Outros ex-membros da atração afirmaram ao NaTelinha que a direção preferia que o Metagaming evitasse temas polêmicos, como machismo, o que gerou ainda mais insatisfação. A equipe, já decidida a deixar o canal, foi demitida em uma reunião com seus chefes, que anteciparam a saída. A Loading afirmou que, em breve, irá lançar um comunicado sobre os acontecimentos. 

Veja a manifestações nas redes sociais dos jornalistas que saíram da emissora. 

Continua após a publicidade

+Assine a Vejinha a partir de 5,90

Continua após a publicidade

Publicidade