Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Boate dá drinks grátis depois de polêmica com ministra Dâmares Alves

Ação da Yacht Club é válida durante esse final de semana, de quinta (3) a sábado (5)

Por Redação VEJA São Paulo 3 jan 2019, 20h12

A declaração da ministra Dâmares Alves sobre as cores que meninos e meninas devem vestir repercutiu na noite paulistana. Em resposta à advogada, a casa noturna Yacht Club, na Avenida 13 de Maio, anunciou uma promoção.

De quinta (3) a sábado (5), homens que forem até lá vestidos de rosa e mulheres, com roupas azuis ganharão um drink gratuitamente. A ação, no entanto, valerá até às 00h30.

 

“Não acreditamos que afinidade com cor ou bonecas têm a ver com gênero ou orientação sexual”, diz Bob Yang, 43, um dos sócios do estabelecimento.

Ele afirma também que a casa noturna não tem uma política de longo prazo de discussões de questões como essa,  no entanto, eles têm se posicionado sempre que sentem a necessidade de apoiar a comunidade LGBT.

Nesta quinta (3), a ministra comentou suas declarações passadas. Disse que a associação entre azul – menino e rosa- menina é uma metáfora para o combate ao que chama de ideologia de gênero.

Continua após a publicidade
Publicidade