Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Atriz da Brasilândia é protagonista de clipe de Selena Gomez

Ariane Aparecida, de 19 anos, ganha status de revelação no cenário artístico depois de estrelar projeto da cantora americana

Por Tatiane de Assis Atualizado em 12 mar 2021, 01h11 - Publicado em 12 mar 2021, 06h00

“Fiquei em choque”, relembra a atriz Ariane Aparecida, de 19 anos, sobre a sua reação quando soube que seria uma das protagonistas do clipe da cantora americana Selena Gomez em parceria com o porta-riquenho Rauw Alejandro. A produção, rodada em setembro de 2020 no Ceará, é embalada pela música Baila Conmigo. A direção é do curitibano Fernando Nogari. “Ele me mandou uma mensagem no Instagram. Perguntou se eu estava em São Paulo porque queria gravar um lance”, explica Ariane. Mesmo sem muitos detalhes, ela topou.

Ariane Aparecida e Kibba em
Ariane e Kibba em “Baila Conmigo”: movimentos dentro e fora da tela Divulgação/Divulgação

A jovem, nascida e criada na comunidade do Jardim Elisa, no distrito de Brasilândia, não conhecia Nogari até então. Mas ele sabia quem ela era: em 2018 assistiu uma peça da companhia da qual a jovem faz parte, a ColetivA Ocupação. Apesar da pouca idade, ela já chamava atenção. “Desde pequena, queria ser atriz. Briguei na igreja porque queria interpretar Jesus e não deixaram. Depois abriu a Fábrica de Cultura da Brasilândia e fiz vários cursos”, conta.

Ariane Aparecida no clipe de
Ariane Aparecida no clipe de “Baila Conmigo”, de Selena Gomez e Rauw Alejandro Divulgação/Divulgação

“Quero mostrar que posso conseguir o que disseram que não alcançaria”

Na rotina puxada da época do ensino médio, ela chegou a fazer oito cursos livres simultaneamente. O pouco tempo disponível não a impediu de fazer parte de um movimento de estudantes que buscavam impedir a demissão de profissionais nas Fábricas de Cultura em 2015. Tamanho ardor também não se converteu em apego. “Logo depois, saí de lá. Com colegas e um professor, montei uma companhia. Eu tinha só 14 anos. Deu certo por um tempo, mas depois cada um seguiu seu rumo”, detalha ela.

Ariane Aparecida em cena no
Ariane Aparecida em cena em “Baila Conmigo” Divulgação/Divulgação

“A Lili também foi d’Os Satyros”, complementa a mãe, Cátia Aparecida Ventura, de 53 anos, revelando o apelido da caçula de uma trinca de meninas. Ela é a maior apoiadora da atriz: “Eles só aceitavam jovens com 15 anos ou mais, mas a Ariane queria entrar e ligava lá todo dia”. A insistência somente teve fim com o aniversário. Ela fez o esperado teste e passou. “Também foi aprovada em duas universidades”, orgulha-se a matriarca, que conta que Ariane optou por artes cênicas na Unesp.

Ariane Aparecida com a mãe e as irmãs Cahuane e Tauane
Ariane com a mãe e as irmãs Cahuane e Tauane Acervo pessoal/Divulgação

Na temporada que frequentou o grupo da Praça Roosevelt, ela ia e voltava sozinha para casa, como de praxe. “Entreguei a Deus. Quando ela saía, eu dizia: ‘A única coisa que a mamãe pode fazer é confiar em você’. Desde pequena, a Lili era hiperativa”, acrescenta Cátia, que já foi catadora de recicláveis e hoje é cuidadora de idosos.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

O pai da atriz, Anir Fachinetto, de 56 anos, também não acompanhava a filha, tanto no percurso quanto no sonho. “Tudo que faço não parece suficiente pare ele. Já tentei convencê-lo, mas agora tento entender. Ele é de uma cidade do interior do Rio Grande do Sul, com uma mentalidade muito específica”, diz Ariane. Em entrevista por telefone, em uma espécie de tentativa de deixar o passado para trás, seu Anir a elogia.

Continua após a publicidade
Ariane Aparecida com o pai, Anir, a irmã Tauane e sobrinho Pedro
Ariane com o pai, Anir, a irmã Tauane e sobrinho Pedro Acervo Pessoal/Divulgação

“Ela é uma pessoa esforçada, que vai em busca de seus objetivos.” Certa dureza aparece, entretanto, junto ao desconhecimento do caminho trilhado pela filha: “Fico um pouco com medo, mas tem de deixar seguir a vocação. Não vou encher a bola, porque tem de ter o pé no chão.”

Os olhos de Ariane estão no infinito. “Tenho uma vontade imensa de conhecer o mundo. Quero mostrar que posso conseguir tudo o que disseram que eu não iria alcançar”, diz ela. Atualmente, Ariane não mora mais com a família, foi viver com amigos na Lapa. Seus admiradores, contudo, vão além de São Paulo. “Ela é leve e focada”, afirma o carioca Roberto da Silva Iglesias, de 24 anos, que formou com a atriz o par romântico no clipe de Selena. A sintonia na tela, traduzida em movimentos marcados, de força evidente e muita sensualidade, virou amizade fora do set. O ator, mais conhecido como Kibba, conclui com uma bela definição da nova amiga: “Ela é uma estrela, inspira pessoas, te guia naturalmente”.

Ariane Aparecida e Kibba em
Ariane e Kibba em “Baila Conmigo” Divulgação/Divulgação

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 17 de março de 2021, edição nº 2729

  •  

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade