Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Pequeno passo: 10 dicas para criar novos hábitos sem construir obstáculos

Para manter (ou retomar) as resoluções de Ano-Novo, investir em mudanças na rotina fica mais fácil com objetivos pequenos e práticos

Por Humberto Abdo Atualizado em 5 mar 2021, 02h56 - Publicado em 5 mar 2021, 04h00

Quais das suas resoluções de Ano-Novo vingaram de verdade até o início deste mês de março? Entre emagrecer, se cuidar mais e conseguir uma promoção no trabalho, certos objetivos perdem força na prática justamente por serem grandiosos ou genéricos demais. Segundo especialistas, remover um obstáculo ou propor uma estratégia que torne a tarefa mais fácil de ser realizada é o melhor caminho para se dar bem ao formar novos hábitos. “É começar pequeno”, resume a psicóloga Maria Aparecida das Neves. “Muitos abandonam as metas porque começam com tudo e depois quebram a rotina.” A seguir, dicas para simplificar esse processo e atingir seus propósitos.

Hábitos saudáveis: como driblar a preguiça de manhã.
Hábitos saudáveis: como driblar a preguiça de manhã. Getty Images/Reprodução

Jeitinho de driblar a preguiça matinal

Se a vontade é começar uma nova rotina de exercícios matinais, dormir com algumas peças de roupas do treino pode ser uma estratégia. “Tenho uma paciente que nunca mais dormiu de camisola”, conta a psicóloga Maria Aparecida das Neves. Talvez mais confortável, a iniciativa de deixar o par de tênis ao lado da cama ajude a eliminar um obstáculo. Basta levantar, calçar-se e “pronto”, dar início à atividade, sem mais decisões.

Ganchos na porta contra a bagunça

Para quem vive procurando as chaves e a máscara antes de sair de casa, criar uma estação de ganchos ou prateleiras para itens essenciais perto da porta ajuda a perder menos tempo. Reforça ainda o hábito essencial de usar máscara.

Com a geladeira em ordem, fica mais fácil evita desperdícios e começar aquela dieta.
Com a geladeira em ordem, fica mais fácil evita desperdícios e começar aquela dieta. Getty Images/Reprodução

Organize a geladeira

Com a geladeira bagunçada fica difícil saber quais ingredientes estão prestes a estragar, quais produtos precisam ser comprados no mercado e o que há disponível para cozinhar. Em restaurantes, a organização ajuda os cozinheiros a se movimentar com rapidez e também evita desperdícios e stress, exemplo perfeito para reproduzir em casa.

Pratique treinos rápidos

Seguindo a lógica do “começar pequeno”, exercícios de poucos minutos ajudam a colocar o corpo em movimento sem causar muito cansaço ou dores musculares — o que poderia diminuir a vontade de manter o treino no dia seguinte. O mesmo princípio vale para as pequenas tarefas diárias: comece pelas menores, que não exigem mais de um minuto, como pendurar um casaco, limpar a pia e ler alguns e-mails.

Apetrechos de cozinha ajudam a economizar tempo no preparo dos alimentos.
Apetrechos de cozinha ajudam a economizar tempo no preparo dos alimentos. Getty Images/Reprodução

Compre acessórios de cozinha

Montar um arsenal de cozinha e ter os apetrechos certos para cortar legumes e preparar uma massa, por exemplo, facilita o preparo das refeições — e representa uma ajuda bem-vinda para quem tem a meta de iniciar uma dieta ou melhorar hábitos alimentares. Bons utensílios incluem descascadores, raladores, tábuas, potes organizadores, travessas, colheres medidoras e eletrodomésticos.

Continua após a publicidade

Deixe papel e caneta ao lado da cama

Para quem não tem o hábito de meditar, “despejar” em um caderno as aflições e tarefas antes de dormir pode ser uma alternativa para limpar a mente pouco antes de adormecer. “O caderninho serve para organizar os pensamentos e ajuda a observar com mais calma algo que esteja causando preocupações”, diz Maria Aparecida.

Para novos hábitos diários, também é possível relacionar um costume antigo a práticas novas.
Para novos hábitos diários, também é possível relacionar um costume antigo a práticas novas. Getty Images/Reprodução

Equilibre-se em uma perna só enquanto escova os dentes

Ficar apoiado em uma perna só enquanto escova os dentes é uma forma de atrelar um novo hábito (neste caso, a prática do equilíbrio) a um costume antigo. Use intervalos como esse para fixar novas práticas ao dia a dia e se lembrar delas com facilidade — o momento da escovação também pode ser ideal para meditar por um minuto.

Qualquer momento do dia pode ser apropriado para alguns minutos de meditação.
Qualquer momento do dia pode ser apropriado para alguns minutos de meditação. Getty Images/Reprodução

Descubra maneiras de meditar

“Existem vários mitos envolvendo meditação que muitas vezes desanimam quem tem vontade de começar”, opina a psicóloga Maria Aparecida. Técnicas menos tradicionais, como assistir a um vídeo relaxante ou simplesmente prestar atenção na própria respiração, podem ajudar no processo. “Hoje existem cursos que já ensinam até a meditar no metrô.” Vale no banho também.

Eletrônicos: evitar usá-los antes de dormir pode favorecer a qualidade do sono.
Eletrônicos: evitar usá-los antes de dormir pode favorecer a qualidade do sono. Getty Images/Reprodução

Crie um espaço para deixar eletrônicos fora do quarto

A luz da tela do celular tem o mesmo efeito que a luz solar no cérebro. Portanto, se dormir melhor for uma de suas metas, evite usar eletrônicos antes de deitar. Para resistir à tentação de conferir as notificações ou ver televisão na cama, trate seu quarto como “zona livre” de tecnologia e guarde os aparelhos em qualquer outro cômodo.

Máscaras descartáveis: especialistas recomendam o uso do modelo cirúrgico PFF2, ou N95, de estrutura mais rígida, que veda o rosto e costuma ser presa por tiras de elástico na nuca e no pescoço, não nas orelhas.
Máscaras descartáveis: especialistas recomendam o uso do modelo cirúrgico PFF2, ou N95, de estrutura mais rígida, que veda o rosto e costuma ser presa por tiras de elástico na nuca e no pescoço, não nas orelhas. Getty Images/Reprodução

Boa ideia para cuidar mais de si mesmo e dos outros

Compre um pacote de máscaras descartáveis e tenha sempre algumas guardadas ao sair de casa. Vale tanto para o caso de precisar de uma nova na rua ou para oferecer para alguém que precise.

Continua após a publicidade
Publicidade