Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Sete em cada dez brasileiros irão comprar na Black Friday, aponta estudo

A adesão dos consumidores a meios de pagamentos diferentes e a interação entre os canais de compra digital e presencial são algumas das tendências

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 23 nov 2021, 17h03 - Publicado em 23 nov 2021, 16h17

O estudo “Carat Insights”, conduzido pelo Instituto Locomotiva a pedido da Fiserv, empresa especializada em pagamentos e tecnologia de serviços financeiros, aponta que 7 em cada 10 brasileiros com 18 anos ou mais estão dispostos a comprar na Black Friday deste ano, na próxima sexta-feira (26). Para os paulistas, esse índice é de 6 em cada 10.

+ Com fim do Extra Hiper, rede anuncia descontos de até 50%

Segundo a pesquisa, 72% dos brasileiros decidem o local da compra pelo desconto oferecido e 32% compram produtos pela redução do preço. Outra tendência descoberta pelo estudo é o uso de diferentes meios de pagamento. Entre as pessoas que desejam comprar nesta edição da Black Friday, 73% aceitariam experimentar um meio de pagamento que nunca utilizaram para obter um preço menor na compra do produto.

Ainda que os meios de pagamentos mais tradicionais, como cartão de crédito inserido na maquininha, dinheiro em espécie, débito automático e cheque, sejam mais utilizados para efetuar as compras, seu uso não fica tão distante da adesão aos meios mais inovadores, como Pix, cartão por aproximação, cartão virtual e carteira digital. Mais da metade dos entrevistados, inclusive, diz não não ver distinção entre os dois e considera utilizá-los em suas compras igualmente. Para os paulistas, o Pix é o meio de pagamento mais utilizado.

+ Brinquedos de Natal para comprar na Black Friday da Amazon

Tanto no índice nacional quanto no estadual, a interação entre os canais de compra é também uma das tendências. “A jornada de compra, até pelo momento de pandemia pela qual estamos passando, é predominantemente on-line, mas há uma interação fluida entre os meios”, afirma Roberto Moron, vice-presidente de Inovação da Fiserv para América Latina.

Continua após a publicidade

As buscas e compras são feitas online por 44% dos pesquisados; 30% procuram informações e promoções on-line, mas compram em lojas; 11% fazem o caminho inverso, procurando informações em lojas físicas, mas comprando no digital; e 10% pesquisam e compram em lojas físicas.

Em relação às categorias, roupas (46%), eletrônicos (44%) e calçados (37%) são os produtos mais desejados para as compras nesta Black Friday.

Continua após a publicidade

Publicidade