O seu guia para não exagerar (tanto) no feriado mais doce do ano

Confira nossas dicas para garantir uma Páscoa mais saudável, sem deixar o chocolate de lado

A tentação já está por todos os cantos. Nas lojas, nos supermercados, um mundaréu de opções de ovos e outras guloseimas temáticas faz lembrar que o feriado mais açucarado e calórico do ano chegou. Não, você não precisa resistir bravamente e ficar sem um chocolate para chamar de seu nesta Semana Santa. Mas para ter uma Páscoa mais equilibrada, sem excessos, você pode fazer pequenas mudanças na alimentação durante e depois do feriado e ainda assim curtir deliciosos momentos com a família. Veja as dicas que selecionamos.

Escolha chocolates mais saudáveis

Sim, isso é possível. Os mais indicados são os chocolates meio amargos e amargos, por conterem em sua composição menos gordura e mais cacau, alimento considerado funcional. “O cacau é rico em flavonoides, que têm efeito antioxidante e anti-inflamatório no organismo, além de auxiliarem no aumento do “bom” colesterol (HDL) e atuarem na diminuição da pressão arterial”, explica a nutricionista Barbara Larsson, de São Paulo.

Leia os rótulos

Se prefere um chocolate mais docinho mesmo, então procure escolher aquele com menos teor de gordura saturada. Compare pelos rótulos. “Os chocolates brancos, por exemplo, costumam ter mais gordura saturada e mais açúcar”, comenta Barbara. “As opções de chocolates com oleaginosas, como castanhas, amêndoas e avelãs, apesar de mais calóricas, também são mais saudáveis, pois essas sementes são ricas em gorduras insaturadas, que trazem benefícios à saúde”, complementa a especialista.

Abra um ovo de cada vez

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo máximo de 50 gramas de chocolate por dia. Para não furar esse limite, a dica é abrir um ovo de cada vez e degustar aos poucos. Quebre-o em pedaços pequenos e não deixe sempre à vista, evitando a tentação. É preferível também comê-lo após as refeições, depois da fruta. Assim o risco de exagerar é mais baixo. Observação importante: não é recomendado o consumo de chocolates por crianças abaixo de 2 anos. “E mesmo acima dessa idade, o consumo deve ser com cautela – cerca de 20 a 25 gramas, no máximo –, e sempre prestando atenção na reação do organismo: o excesso, por exemplo, pode provocar diarreia”, explica Barbara Larsson.

Use a criatividade

A tradição pede que se celebre com ovo de Páscoa. Ok, mas será que precisa mesmo ser de chocolate? Que tal, por exemplo, decorar ovos cozidos e armar uma divertida caça ao ovo numa praça perto de casa? Certeza que a criançada vai adorar. E para adoçar o paladar depois da conquista do tesouro, você pode servir morangos, uvas, bananas mergulhados em calda de chocolate, ou biscoitinhos integrais com gotas de chocolate em formato de coelhinho, cenoura…

Vá de peixe!

A tradicional bacalhoada da Sexta-feira Santa é uma delícia, mas riquíssima em calorias (em média 180 calorias por porção). Experimente substituir por outros peixes, de preferência oriundos de águas frias e profundas, como, por exemplo, o salmão. “Esse peixe é rico em ômega 3, ácido graxo pertencente à categoria das gorduras essenciais ao organismo”, explica Barbara. “Sua principal função é auxiliar na redução de LDL (o colesterol “ruim”), além de promover a redução do triglicérides, regular a pressão arterial e melhorar a frequência cardíaca, protegendo contra doenças cardiovasculares”, acrescenta a nutricionista. Veja no final desta lista uma receita especial de Lasanha de salmão, perfeita para o almoço de Páscoa.

Depois da Páscoa…

Invista em um cardápio light

Sua despensa provavelmente vai estar recheada de guloseimas e, sabemos, será difícil resistir. Nesse caso, a regra de ouro é: se comer chocolate, que é bastante calórico e gorduroso, evite o consumo de carnes gordas e frituras. E é aqui que o salmão entra, novamente, como uma ótima opção de carne magra. Invista em porções reduzidas de proteína e sirva junto com verdura, legume, saladas e frutas.   

Compense com exercício

Se mesmo com todas essas dicas você ainda acabar abusando do chocolate, a cartada final é caprichar na compensação. Procure aumentar a atividade física nos dias seguintes – vale trocar o elevador pela escada, fazer caminhadas diárias, andar de bicicleta.

Sua Páscoa mais saudável e saborosa

 (Lasanha de salmão/Divulgação)

Lasanha de salmão com ricota, queijo parmesão e ervas frescas

Serve 8 pessoas

Para a massa:

  • 8 ovos
  • 1 kg de farinha de trigo
  • Sal

Para o recheio:

  • 600 g de filés de salmão sem pele
  • 600 g de ricota
  • 120 g de queijo parmesão ralado
  • 2 colheres (sopa) de alcaparras
  • 1 xícara (chá) de creme de leite
  • 1/2 limão
  • 1 folha de louro
  • Sal e pimenta recém-moída a gosto
  • 3 colheres (sopa) de queijo parmesão

Em uma panela, aqueça um pouco de água, meio limão e uma folha de louro, até ferver. Coloque o pedaço de salmão e cozinhe por 5 minutos, até que esteja macio. Triture o peixe com um garfo e reserve.

Junte as alcaparras, mais o sal e a pimenta. Misture ovos, um a um, com a farinha e o sal até formar uma massa homogênea, que não grude nos dedos. Passe a massa pelo rolo de lasanha, esticando-a até afiná-la. Corte a massa em quadrados grandes e reserve sobre uma bandeja enfarinhada.

Aqueça água abundante em uma panela. Quando ferver, acrescente o sal e cozinhe a massa de lasanha, uma a uma. Reserve a massa cozida em uma travessa com água fria enquanto as demais cozinham.

Unte uma travessa retangular média com uma camada de creme de leite. Cubra com uma primeira camada de massa, recheie com o salmão triturado, distribua uma parte da ricota e creme. Cubra novamente com a massa e repita com o recheio, até formar de 3 a 4 camadas de massa. Termine de rechear a lasanha com a massa, salpique com queijo parmesão e creme de leite.

Aqueça o forno a 200 ºC e gratine a lasanha. Sirva quente.

No site da Salmón de Chile você encontra outras deliciosas opções. Confira!

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s