Clique e assine por apenas 6,90/mês

iFood agora entrega comida em armários instalados em prédios

O iFood Box é uma solução da plataforma de delivery para diminuir o "congestionamento" de motoboys em horário de pico

Por Saulo Yassuda - 3 abr 2019, 15h06

A plataforma de delivery iFood acaba de lançar o iFood Box, armário instalado em edifícios de grande concentração de pessoas no qual entregadores deixam a comida. A ideia é que eles não precisem aguardar o cliente ir encontrá-los para pegar o pacote. A modalidade está em testes desde dezembro.

Até o fim de abril, a marca prevê que terá cinquenta iFood Box instalados em São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro. Edifícios comerciais daqui como JK Financial Center, no Itaim Bibi, e Thera Corporate, na região da Berrini, já contam com o projeto.

Funciona da seguinte maneira: quando o entregador chega ao local do pedido, o aplicativo o direcionará diretamente ao box, onde deve depositar a comida em um dos compartimentos. Com o fechamento da porta, o consumidor recebe uma mensagem com o aviso de que o produto está lá e que já pode ir pegá-lo.

Comida no armário: clientes retiram os pedidos através de um QR Code Luiza Florenzano/Divulgação

Modulares, os armários podem ter seis, doze ou dezoito portas, abertas com o auxílio de um QR Code. Todos os compartimentos têm isolamento térmico.

“Essa é a solução de um desafio que temos quando há uma concentração de pedidos muito grande em um mesmo lugar e em um curto período de tempo”, explica Fernando Martins, gerente de Inovação e logística da companhia. “Um exemplo é um prédio comercial, que concentra a maioria dos pedidos no almoço.”

Condomínios residenciais do centro expandido, em bairros como Bela Vista, Jardim Paulista, Itaim Bibi e Vila Olímpia, também recebem o iFood Box. “O cliente pode fazer um pedido na rua, antes de voltar para casa, sem precisar se preocupar com o trânsito”, sugere Martins.

A segunda fase da implementação do iFood Box será instalá-lo também em parques, hospitais e universidades. No futuro, outro plano da empresa é que restaurantes coloquem os armários também nos estabelecimentos, para que se venda comida via aplicativo no sistema de take away.

Continua após a publicidade
Publicidade