Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Viajar e Curtir Por Blog Tudo o que é preciso saber antes de embarcar para a viagem dos sonhos

Turismo na Ponte Aérea: segredos da charmosa rua Pacheco Leão, no Jardim Botânico

Minha última viagem ao Rio de Janeiro foi reveladora. Jurava que já tinha uma boa noção geral da cidade, mas… doce engano. Guiada por uma amiga carioca, conheci a Pacheco Leão, rua que corre paralela ao quintal do Jardim Botânico e é um charme só. Confesso que fiquei com a sensação de marido traído por […]

Por Júlia Gouveia Atualizado em 27 fev 2017, 12h57 - Publicado em 18 jan 2013, 18h04

O balcão do Paxeco Bar: escondidinho no segundo andar de um casarão, serve ótimos drinques e petiscos ao ar livre

Minha última viagem ao Rio de Janeiro foi reveladora. Jurava que já tinha uma boa noção geral da cidade, mas… doce engano. Guiada por uma amiga carioca, conheci a Pacheco Leão, rua que corre paralela ao quintal do Jardim Botânico e é um charme só. Confesso que fiquei com a sensação de marido traído por nunca ter conhecido a região – ou sequer ouvido falar o nome da rua. Mas aos poucos fui vendo que é tudo meio novidade por ali. Os bares e restaurantes cheios de bossa surgiram, sobretudo, de 2010 para cá. Ufa!

Subindo a rua desde o comecinho, a primeira novidade aparece já no número 320, em frente à Rede Globo: é a La Byciclette, uma padaria que solta fornadas de delícias francesas de terça a domingo o dia todo. Os croissants e pains au chocolate são de comer de joelhos. Tem também sanduíches e tortinhas bem gostosos. Não é raro comer com figuras globais ao lado.

O resto das atrações se concentra, sobretudo, entre as ruas  Alberto Ribeiro  e Estela. Ali, em três quadras curtinhas, há ótimos bares e restaurantes. A entrada do número 724 é despretensiosa: uma estreita escada que sobre íngreme. Lá no alto, a surpresa: o Paxeco Bar tem um terraço ao ar livre com vista desimpedida de belas palmeiras e do Cristo Redentor. Do balcão, decorado com luminárias orientais coloridas, saem petiscos como os pastéis de pupunha ou de siri, sequinhos. As caipirinhas são ótimas para embalar a noite.

Logo ao lado, no número 758, fica o Yumê, que a tal amiga me convenceu que era bom dizendo que certa vez encontrou “até o Chico Buarque por lá”. Não foi difícil. Voltei no dia seguinte e provei desde as ótimas entradas (caso da lula recheada com mozarela de búfala e manjericão, dos gyozas e das trouxinhas de couve com roquefort) até uma porção de skin e uma enorme tábua de sushis e sashimis. Tudo muito gostoso. A carta de saquês é bem variada. No andar de baixo tem uma fonte simpática no meio do salão, mas a melhor pedida para os dias quentes é o andar superior, onde fica um terraço com piso de vidro sobre um espelho d’água de carpas.  

Na quadra seguinte ficam, também lado a lado, o Bar Do Horto (nº 780), uma fofura forrada de papéis de parede floridos, e o Jojô Café Bistrô (nº 812), que espalha simpáticas mesinhas na calçada e tem comidinhas para toda hora (incluindo bons sanduíches). Encerra a peregrinação pela região o Borogodó (nº 836), instalado num bonito casarão, que serve, apenas na hora do almoço, receitas com cara de feitas em casa, caso do bife à milanesa e do picadinho de filé-mignon. Bom e barato.

Ainda não conhece? Já sabe: da próxima vez que não quiser encarar as filas que demoram hooooras nos bares do Leblon nos finais de semana e feriados, é só rumar para cá. :-)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês