Imagem Blog

Tudo de Som

Novidades da música, clipes, entrevistas, artistas, listas e shows, por Tomás Novaes.
Continua após publicidade

“Esse show será dedicado à minha avó”, diz Matuê sobre The Town

O trapper cearense conversou com a Vejinha sobre a apresentação inédita que fará no festival neste domingo (3), em homenagem ao Nordeste

Por Tomás Novaes
30 ago 2023, 13h16

O trapper Matuê é uma das atrações do The Town que estreará um show inédito no festival, que começa neste final de semana, no Autódromo de Interlagos.

O artista cearense, que toca no palco The One neste domingo (3), às 15h, apresentará o show Matuê Convida o Nordeste.

Nascido em Fortaleza, o maior nome do trap nacional — gênero derivado do rap — estourou em 2017, com a faixa Anos Luz, e desde então emplacou inúmeros hits e um disco de estúdio de sucesso, Máquina do Tempo (2020).

Sua gravadora e produtora, a 30PRAUM, ainda lançou outros dois artistas da cena nordestina nos últimos anos: o baiano Teto e o cearense WIU, que também representarão o trap e o rap no The Town.

Conhecido pelos shows com cenários caprichados e pirotecnias, Matuê conversou com a Vejinha sobre a preparação e a expectativa para o festival.

Continua após a publicidade

Como vem sendo os preparativos e ensaios para o seu show no The Town?

Esse projeto tem me consumido muito. Estamos ensaiando, alinhando e pensando nisso há duas semanas. Encontramos várias barreiras e desafios ao longo da caminhada, foi difícil não desmotivar a gente, mas estamos muito preparados para entregar o melhor. Planejamos algo muito especial para a rapaziada.

Em 2022, no Rock in Rio, você levou uma pista de skate para o palco do festival. O que podemos esperar desta vez?

A cenografia, por incrível que pareça, foi a primeira coisa que resolvemos. Conseguimos algo bem especial, não quero dar muitos spoilers, mas acredito que, em cima do palco, ficará bem impactante e grandioso. A gente quer trazer essa sensação de grandiosidade mesmo.

Qual é a concepção por trás do show Matuê Convida o Nordeste?

Eu venho representar a minha história, em especial a minha conexão com o Nordeste e a minha cidade (Fortaleza). O elemento principal desse show é a minha avó, que não é mais viva ela faleceu há dezesseis anos —, mas foi a pessoa que me educou e praticamente me criou. Ela me ensinou a maioria das coisas que eu sei sobre o Nordeste, a cultura, a música e a literatura, e colocou em mim boa parte do orgulho que tenho pela minha área. Eu busco representar um grupo de pessoas que nunca teve uma representatividade forte, na maneira de falar, escrever, na lírica e tudo. Então é uma parada que eu faço com muito prazer, pelo carinho que tenho por onde eu vim. E a minha avó foi a pessoa que sempre tentou me passar isso, a importância de entender a sua origem e o compromisso com o seu lugar.

E terão participações especiais no show?

Eu até tentei trazer outros músicos, mas sempre teria um desfalque… tinham músicos com a agenda preenchida, outros com indisponibilidade. Esse show será dedicado à minha avó, ela será a minha participação especial. Ela deixou vários poemas gravados, livros escritos, eu vou trazer várias dessas coisas. Fazia tempo que eu não resgatava esse material, porque mexe muito comigo. Encontrei vários poemas dela falando desses temas, então trouxe ela como minha participação especial.

O que você pode adiantar do setlist?

Vou trazer algumas músicas que não cantava há muito tempo, que contam um pouco da trajetória de fazer todo esse rolê acontecer, eu sendo um cara de fora do eixo Rio-São Paulo. Busquei pegar faixas que fizeram parte do meu início. Vão ter algumas surpresas que tenho certeza que a galera não vai estar esperando.

Continua após a publicidade

Como co-fundador da 30PRAUM, o que significa para a empresa ter também Teto e WIU no line-up do The Town?

Eu vejo o The Town como uma enorme vitrine, principalmente para a 30PRAUM mostrar o que é capaz de fazer em shows. A gente sempre desenvolveu grandes espetáculos ao vivo, em conceito e cenografia. Nós alinhamos tudo de uma forma super interessante. As pessoas sempre têm expectativas A, B e C sobre nós, mas a gente aparece com a Z. Sempre que surge uma oportunidade de criar um novo marco em termos de show, ficamos felizes em fazer.

The Town. Autódromo de Interlagos, Portão G. Avenida Jacinto Júlio, 27, Cidade Dutra. ♿ Sáb. (2), dom. (3), qui. (7), sáb. (9) e dom. (10), 14h/2h. R$ 815,00 (dias 3, 9 e 10 estão esgotados). thetown.com.br.

Compartilhe essa matéria via:

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.