Imagem Blog

Tudo Sobre Cinema

Continua após publicidade

Aos Olhos de Ernesto é o melhor filme brasileiro de 2020 (até agora)

Dirigido pela gaúcha Ana Luiza Azevedo, o longa enfoca com leveza e alto-astral o dia a dia de um idoso em Porto Alegre

Por Miguel Barbieri Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
1 out 2020, 12h00

Aos Olhos de Ernesto iria estrear nos cinemas em abril, foi cancelado e chega diretamente às plataformas de aluguel. Eu vi no NOW. Como foram poucos os lançamentos brasileiros (até agora), dá para cravar que é um dos melhores do ano e, cá com meus botões, acho bom candidato para tentar uma vaga no Oscar 2021. Tem meu voto, empatado com Pacarrete, que já foi exibido no circuito drive-in e, portanto, pode ser contado como um lançamento.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Dirigido com desenvoltura pela gaúcha Ana Luiza Azevedo e com roteiro dela em parceria com Jorge Furtado, Aos Olhos de Ernesto é centrado no protagonista-título. Ernesto (Jorge Bolani) tem 78 anos, é uruguaio, fotógrafo aposentado e vive em Porto Alegre. Viúvo e enxergando pouco (seja de longe ou de perto), ele só tem a companhia do vizinho argentino. Seu filho (Julio Andrade) quer, portanto, vender o apartamento e levá-lo para morar com ele em São Paulo. Mas Ernesto é turrão. Recusa-se a usar óculos e quer ter uma vida independente. A entrada em cena de Bia (Gabriela Poester), uma passeadora de cães de 23 anos, dará novas perspectivas ao idoso.

A história toca, é claro, em sentimentos e situações próprios do envelhecimento, mas o tom adotado escapa do baixo-astral. Ernesto tem uma alma jovem, tanto que a química com Bia é perfeita (e a dos intérpretes também). Em duas horas, a realizadora faz uma radiografia otimista da terceira idade, seja mostrando o rabugento Ernesto às turras com a faxineira ou redescobrindo o prazer de amar ao se corresponder com uma amiga da juventude.

Continua após a publicidade

E quer acerto mais belo e emocionante do que terminar a trajetória de Ernesto com Caetano Veloso cantando Un Vestido y un Amor (Te Vi), de Fito Paez? Tem no NOW e outras plataformas de aluguel. Vale a locação!

Quer me seguir nas redes sociais? Anote: 

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

 

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.