Imagem Blog

Terraço Paulistano

Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.
Continua após publicidade

Paulistana é CEO por trás dos maiores sucessos da TV e do streaming

Nani Freitas comanda a Endemol Shine Brasil, empresa responsável pela produção de realities shows como "Casamento às Cegas" e "MasterChef"

Por Guilherme Queiroz
Atualizado em 21 jan 2022, 21h06 - Publicado em 21 jan 2022, 06h00

The Masked Singer, Casamento às Cegas, MasterChef e Canta Comigo. Adriane Freitas, 40, a Nani, é CEO da Endemol Shine Brasil, que produz alguns dos reality shows mais bombados do país, desde novembro de 2021. A paulistana também é responsável pela empresa que licencia para a Globo o Big Brother. No mais famoso, ela não tem dedo. “A Endemol nunca produziu nenhuma edição do BBB, sempre foi o time do Boninho”, conta. Nos outros títulos, no entanto, faz suspense. Ela adianta para a Vejinha que a segunda temporada de Casamento às Cegas Brasil, exibido na Netflix, inicia em breve as gravações. “Começamos a pré (produção) e daqui a pouco vamos gravar, entre março e abril.” A nona temporada de MasterChef, na Band, também está engatada. Entre os novos produtos, Queen Stars, reality de competição entre drag queens que será comandado por Pabllo Vittar e Luísa Sonza na HBO Max. “Vai entrar (na plataforma) em março.”

+Casal de alemão e brasileira abre misto de restaurante e wine bar

Na área desde os 18 anos, Nani já passou pela rádio Transamérica, Band e SporTV, antes de entrar na Endemol, há seis anos, a mesma idade da sua filha. “Trabalhei um tempo com esporte, mas sou maluca por entretenimento”, conta ela, que é formada em rádio e TV. No âmbito pessoal, se emociona ao lembrar da trajetória da família. O pai até hoje é taxista, com um ponto no Shopping Iguatemi. A mãe veio de Brasília para São Paulo como empregada doméstica e criou duas filhas em Cidade Ademar, na Zona Sul. “Apesar de ter nascido em uma família de classe média baixa, tive muitos privilégios, por ter uma mãe que lutou para que eu tivesse uma boa educação“, conta Nani.

+Assine a Vejinha a partir de 12,90. 

Continua após a publicidade

Publicado em VEJA São Paulo de 26 de janeiro de 2022, edição nº 2773

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.