Imagem Blog

Terraço Paulistano Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.
Continua após publicidade

“Eu cobrava 8000 reais por programa”, diz ex-Ronaldinha

A ex modelo afirma que estava sempre muito "drogada" e "bêbada"

Por Ricky Hiraoka
Atualizado em 12 ago 2020, 18h37 - Publicado em 15 ago 2013, 16h32

Na década de 90, a modelo Viviane Brunieri ficou famosa por ter namorado o jogador Ronaldo Fenômeno. Como reza a cartilha das subcelebridades, ela fez tudo para continuar na mídia: estampou capas de revistas masculinas, atacou de cantora junto com outra ex-namorada de Ronaldo (elas eram As Ronaldinhas) e quando nada mais deu certo enveredou para a pornografia. Em 2009, se arrependeu do passado despudorado e tornou-se evangélica. Aos 37 anos e longe da forma física que a consagrou, Viviane mora em Peruíbe com os dois filhos (Kaito, de 10 anos, e Manami, de 6)  e se dedica a trabalhos sociais e lançou recentemente dois DVDs em que conta sua história: Prostituta Nunca Mais e Testemunho Ex-Ronaldinha. Viviane falou ao blog.

Como foi a conversão?

Eu conheci Jesus e aceitei em 2001. Mas o verdadeiro cristão precisa de um posicionamento, que requer muitas renúncias. Eu não conseguia isso. Tinha um homem bem mais velho que financiava. Ele me deu um duplex na Barra da Tijuca, depositava 15000 por mês. Até 2009 era dependente da anfetamina. Era uma drogada louca. Em 2005, comecei a me relacionar com um dos maiores traficantes de Tóquio. Além de ter sido prostituta, drogada, fui mulher de criminoso.

Como foi parar na pornografia?

Eu não conseguia viver sem as coisas materiais. Tinha paixão pelo dinheiro. Em 2008, aceitei convites para fazer filme pornô e fui para o fundo do poço. Eu pensava: “Já desgracei minha vida e agora vou fazer show em boate e me prostituir”. Por final de semana, fazia 20 000 reais.

Quanto custava um programa com você?

Um programa comigo ia de 5000 a 8000 reais. Estava sempre muito drogada e bêbada. Em fevereiro de 2009, em Joinville, após três dias de shows na cidade, acordei de madrugada num motel. Não sabia com quem tinha dormido. Já não estava mais bêbada, olhei o dinheiro na cabeceira da cama e falei: “Ou eu paro ou eu morro e deixo dois filhos órfãos.”  Me internei numa clinica de reabilitação e, em 30 dias, Deus me libertou das drogas e da prostituição.

Continua após a publicidade

Você conseguiu acumular muito patrimônio com os filmes e com o programa?

Fiquei sócia de uma empresa de taxi aérea, tive terrenos, imóveis, carros importantes, joias e relógios caros. Mas com minha conversão em 2009, me desfiz de tudo e coloquei o dinheiro na obra de Deus. No ano de 2010, tinha um terreno. Eu pedi para Deus para ficar com ele, pois não sabia como ia viver, queria uma garantia. E Deus respondeu: “sua garantia sou eu”. Passei muita dificuldade financeira. Minha filha de seis anos adora arroz, feijão e linguiça porque é isso que ela comeu a vida toda.

Viviane ao lado de Nádia França, sua companheira na dupla As Ronaldinhas

Continua após a publicidade

Qual sua intenção com esses DVDs?

Não quero ganhar dinheiro. Meu desejo é libertar as pessoas. Não quero que ninguém vá para igreja evangélica, mas que ela encontre a verdade. Jesus não prega placa de igreja, ele prega a palavra de Deus. É importante ser membro de igreja, mas a libertação vem através de Deus. Tem um monte de pastores em situação de adultério.

Tem medo de recaída?

Tenho esse medo todos os dias. Eu fiquei dois anos sem assistir TV e sem internet para não cair em tentação. Quando estava na casa de alguém e colocava no TV Fama, da Rede TV, começava a luta, eu pensava: “Eu poderia estar aí nas matérias, participar de A Fazenda.”

Você ficou menos vaidosa após a conversão?

Não virei evangélica porque engordei. Eu me converti e engordei depois porque parei de me drogar e larguei a academia. Cheguei a quase 90 quilos. Estou me cuidando porque nosso corpo é o templo do espirito santo. Estou com 75 quilos, mas meu peso ideal é 60.

Continua após a publicidade

Qual seu maior arrependimento?

Meus três abortos. Fiz um aos 17 anos, quando engravidei de um chefe da máfia japonesa, outro aos 22 e o terceiro com quase 30.

Como impedir seu filho de ver os filmes que você fez?

Em 2010, ele chegou para mim e perguntou: “a senhora sabe o que é filme pornô?” Eu falei: “eu sei”. Orei com ele e contei que tinha feito filme pornô. Quando revelei meu passado, ele chorou. Pedi perdão para meu filho e expliquei que ele precisa administrar bem isso porque alguém vai afrontá-lo com essa história no futuro.

Se você encontrasse o Ronaldo, o que diria a ele?

Eu olharia nos olhos dele e pediria perdão pelo todo mal que possa ter feito. Eu Oro para que ele encontre a paz e um amor verdadeiro.

Continua após a publicidade
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.