Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
O Sexo e A Cidade Por Blog Histórias, novidades e estratégias dos empresários do mercado erótico em São Paulo

Tuy e Biel, os vloggers do sexo

O ano de 2016 já começou bem para o casal Tuyanne Potasso, de 22 anos, e Gabriel Vaz, 25.  Nas últimas semanas, Tuy e Biel triplicaram o acesso do canal Sensualise Moi, criado em março de 2014.  Na primeira semana de janeiro, acumulam no YouTube quase 20 000 inscritos e 1,9 milhões de visualizações (desse […]

Por Ana Carolina Soares Atualizado em 26 fev 2017, 13h41 - Publicado em 7 jan 2016, 19h50
O casal Gabriel Vaz (Biel) e Tuyanne Potasso (Tuy): aumento de visitas e visualizações do canal no início de 2016 (Foto: Reprodução)

O casal Gabriel Vaz (Biel) e Tuyanne Potasso (Tuy): aumento de visitas e visualizações do canal Sensualise Moi no início de 2016 (Foto: Reprodução)

O ano de 2016 já começou bem para o casal Tuyanne Potasso, de 22 anos, e Gabriel Vaz, 25.  Nas últimas semanas, Tuy e Biel triplicaram o acesso do canal Sensualise Moi, criado em março de 2014.  Na primeira semana de janeiro, acumulam no YouTube quase 20 000 inscritos e 1,9 milhões de visualizações (desse número, 200 000 aconteceram só no último mês).

+ De iate a safári: conheça a história e as suítes mais incríveis do arquiteto Ricardo Freire, o Rei do Motel

A fórmula do sucesso parece simples: em vídeos curtos (cada um dura de sete a doze minutos) e numa linguagem direta e reta (e completamente desbocada), eles falam sobre questões que muita gente ainda tem dúvidas. Aviso: não é propriamente a melhor coisa para você assistir ao lado da sua avó ou com som nas alturas no ambiente de trabalho.

+ Os dez tipos de vídeos eróticos mais consumidos entre os homens e as mulheres

Nele, ensinam truques para chegar ao orgasmo, falam sobre o tabu da virgindade e, claro, abordam temas mais picantes, de sodomia, além de como aumentar o tamanho do pênis. “Nós testamos tudo. Sobre o cigarro, por exemplo, ele ficou três meses sem fumar e deu um @#$% diferença”, diz Tuy no vídeo, gravado sempre em Ribeirão Pires, na mesa do escritório do quarto dela (com ares de uma bancada de correspondentes internacionais de telejornais, mas enfeitado com uns “adereços”).

“Sempre falamos sobre sexo e relacionamento numa boa, sem firula nem frescura, mas agora reformulamos o site e a linguagem”, define Tuy. No fim do ano passado, Tuy e Biel fizeram um curso online do Casal Sem Vergonha, dos publicitários Eme Viegas e Jaque Barbosa, um dos primeiros conselheiros desse ramo e que atualmente faturam em torno de 2,5 milhões de reais por ano. Estão aprendendo a investir em produtos, fazer livros, cursos, tornaram o site mais clean e os vídeos mais ágeis. Com isso, sonham em incrementar o atual faturamento de 3 000 reais por mês.

+ O lucrativo mercado do sexo na cidade

“Admiramos o trabalho do Casal Sem Vergonha, mas eles são arrumadinhos demais e acho que perderam um pouco da verdade do início. Queremos ganhar dinheiro também, óbvio, mas sem perder nossa identidade”, diz Biel, que não se atrapalha com seus cinco piercings labiais.

Continua após a publicidade

Para bancar o site e os vídeos no YouTube, eles contam que prestam consultoria e atendimento on-line a solteiros, casais e recém separados de todo o Brasil (120 reais a hora). Para falar com propriedade, fizeram no ano passado cursos na Associação Brasileira dos Profissionais da Saúde, Educação e Terapia Sexual (Abrassex).“A maioria é casal que deseja reatar o relacionamento e mães em busca de orientação das filhas sobre a perda da virgindade”, diz Biel.

Tuy e Biel assinaram papéis de mulher e marido em 2013, mais ou menos um ano depois do início do namoro em uma balada na Rua Augusta. “Foi para ajudar a entrar no programa de bolsa da minha faculdade”, diz Tuy, que se forma em marketing neste ano. Biel é fotógrafo.

Em poucos meses de relacionamento, criaram um blog sobre o assunto que mais gostam: sexo. “Então percebemos que poderíamos ajudar pessoas e ainda ganhar dinheiro com isso”, diz Biel. Desde o ano passado, vivem só com a renda do Sensualise Moi.

+ Os fetiches, as fantasias, posições sexuais preferidas e outras intimidades de 9 celebridades

O trabalho fortaleceu o relacionamento, mas dizem que ainda preferem morar em casas separadas, mesmo que a poucas quadras de distância, no mesmo bairro em Ribeirão Pires. “Somos bissexuais e às vezes ‘ficamos’ com um homem ou uma mulher. Mas sempre numa relação de ‘menáge’, nós dois participando da brincadeira ao mesmo tempo. A Tuy namorar outro cara ou eu ficar com outra pessoa? Não… A gente é moderno, mas nem tanto”, brinca Biel.

Abaixo, segue um vídeo beeem light da dupla, sobre relacionamento. Para conhecer o canal da dupla no YouTube, clique aqui.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=VpEHrnmNCE8?feature=oembed&w=500&h=281%5D

+ Confira as principais notícias da cidade

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês