Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Quem foi a musa do Planeta Terra Festival? Confira nosso Top 5

A edição deste ano do Planeta Terra Festival, que rolou sábado no Jockey Club, teve tudo o que faz a equipe do Pop! Pop! Pop! sorrir: shows divertidos (e, nos melhores momentos, também engraçadíssimos), surpresas bizarras (quase todas concetradas na apresentação do Gossip) e uma multidão desencontrada de hipsters, em dúvida (ó, dúvida!) entre as […]

Por VEJASP Atualizado em 27 fev 2017, 11h58 - Publicado em 22 out 2012, 18h41

A edição deste ano do Planeta Terra Festival, que rolou sábado no Jockey Club, teve tudo o que faz a equipe do Pop! Pop! Pop! sorrir: shows divertidos (e, nos melhores momentos, também engraçadíssimos), surpresas bizarras (quase todas concetradas na apresentação do Gossip) e uma multidão desencontrada de hipsters, em dúvida (ó, dúvida!) entre as atrações do Main Stage e o Indie Stage. O line-up não era lá espetacular e, por isso, o resultado acabou superando nossas expectativas. Principalmente porque elas, as musas indie, salvaram o dia.

Na cobertura da Veja São Paulo, você encontra comentários para todos os shows. Aqui no blog, o assunto será um pouco diferente: para homenagear as salvadoras do Terra, acompanhe um ranking com as cinco mulheres superpoderosas do festival. Todas elas merecem um lugar no nosso coração roqueiro. Mas, claro, a ideia é chegarmos devagarinho à cantora NÚMERO 1, que roubou o espetáculo e deixou as concorrentes no chinelo. Já dá pra desconfiar o nome da nossa eleita, certo? Então siga o nosso Top 5:

Menção honrosa: Marina Vello, do Madrid

Como bem definiu nosso colega de Redação Diego Sapia Maia, a ex-vocalista do Bonde do Rolê parecia saída de um cabaré após um espancamento. Coberta por uma tinta que imitava sangue, ela levou um pouco do clima de fitas de zumbi para um Jockey Club chuvoso. Brrr…

5. Azealia Banks

O pocket show da rapper americana deixou gostinho de quero-muiiiito-mais. Mas ok, a gente perdoa a marra da moça. Com músicas tão grudentas como 1991 e Esta Noche e bailarinos a mil por hora, ela não perdeu o rebolado nem quando o som pifou. Respeitem.

4. Mallu Magalhães

Foi o momento mais emocionante do festival. Principalmente para a própria Mallu, que chegou a chorar (de raiva?) ao ter que interromper a execução de Ô, Ana devido a problemas técnicos. Pobre menina-mulher… Em seguida, ela deu a volta por cima e comprovou que não, não veio a passeio para o Planeta Terra.

Continua após a publicidade

3. Bethany Cosentino, do Best Coast

Ok, há controvérsias. Victoria Hesketh, do Little Boots, vestiu um modelito de cores brilhantes para chamar atenção e botar o público para dançar. Foi divertido. Mas, lá no Main Stage, a californiana Bethany só precisou vestir um pretinho básico para conquistar os marmanjos com canções barulhentas e fofas sobre sol, sol, e outras coisinhas mais  (e verdade: quando ela pediu, o céu até abriu).

2. Shirley Manson, do Garbage

Aos 46 anos, a vocalista do Garbage subiu na passar… no palco com pose de rainha do rock alternativo. Fez carão, encenou direitinho o papel de musa atormentada e mostrou bom humor quando errou a letra de Only Happy When it Rains. Até Beth Ditto, do Gossip, rasgou seda (com razão!) para Shirley.

1. Beth Ditto, do Gossip

Aceitamos suas desculpas, Beth. Depois de furar duas viagens ao Brasil, a vocalista do Gossip fez uma estreia triunfal ao som de… Kuduro? Oi Oi Oi? Ninguém esperava por isso. Muito menos por um desfecho embalado por We are the Champions (sim, o hino do Queen) e por incontáveis beijocas nos fãs mais afoitos. Ainda teve referências a (puxe uma cadeira): Beatles, Tina Turner, Lady Gaga… Chamem de Ivete Sangalo do dance-punk ou de Tarantino do indie rock. Tanto faz. A banda não é tudo isso, tem poucos hits, mas Beth Ditto saiu do Planeta Terra com o Troféu Simpatia da edição. Absolutamente no controle.

Discorda do nosso ranking de musas? Escreva sua opinião na caixa de comentários. E quer saber como foi o show do Kings of Leon, o do Suede, o do Maccabees? Clique aqui e divirta-se.

(Tiago Faria. Fotos: Divulgação/Planeta Terra Festival)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês