Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Mulher fica em choque com mensagens da sogra sobre férias em família

"Eu não sei o que fazer, não sei se devo contar para o meu marido, tirar satisfações agora, esperar voltarmos para casa ou ignorar o que aconteceu"

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 5 fev 2020, 13h58 - Publicado em 3 jul 2018, 18h19

Você tem problemas com a família do seu companheiro ou companheira? Para uma mulher, a situação era ainda mais difícil do que imaginava: durante férias com os sogros, descobriu o que os pais de seu marido realmente achavam dela. E de uma maneira cruel: após ler mensagens em um celular.

A mulher estava viajando com o marido, o filho de 5 anos de idade e a sogra. “Eu estava de férias com os meus sogros e não tinha sinal no celular, então peguei o smartphone da minha sogra para ligar para a minha mãe e parabenizá-la pelo seu aniversário“, escreveu a internauta, anonimamente. Ao ligar o aparelho, uma surpresa: apareceu na tela uma mensagem da cunhada dela.

Eu estou feliz que essa vagabunda não está estragando as férias de vocês esse ano“, dizia o texto.

Curiosa para ler a conversa completa, a mulher resolveu bisbilhotar. “Encontrei textos dizendo ‘ainda bem que as crises ficaram longe esse ano’ e ‘a vaca preguiçosa ganhou peso esse ano’. Outras mensagens diziam que a culpa era do meu marido, porque ele já sabia que eu tinha ataques epilépticos“, desabafou a mulher, que tem epilepsia.

A internauta, então, revelou a história das últimas férias em família com os sogros: “No ano passado, nós viajamos e eu tive muitas crises. Eu tenho epilepsia e, por dois dias, fiquei completamente derrubada. Meu marido disse que eu só poderia dormir no nosso quarto ou ficar na espreguiçadeira, mas nada além disso“, explicou a mulher.

As mensagens, é claro, deixaram a jovem magoada. “Se a mensagem não tivesse aparecido, eu não teria espiado o celular. Eu não sei o que fazer. Eu me senti tão culpada no ano passado, mas meus sogros diziam que estava tudo bem…“.

Não sei o que fazer. Não sei se devo contar para o meu marido, tirar satisfações agora, esperar voltarmos para casa ou ignorar o que aconteceu“, disse. Outras mães ficaram chocadas com o comportamento da sogra, mas a história dividiu opiniões: alguns usuários acreditam que a mulher não deveria ter visto as mensagens no celular. “Você não deveria ter lido. Acho que serei uma minoria, mas acredito que nós temos direito a guardar nossos pensamentos“, disse uma usuária.

As informações são do The Daily Mirror.

Dê sua opinião: E você, o que achou da história da mulher? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês