Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Juliano Cazarré vira alvo de críticas por postura séria no Melhores do Ano

Internautas associaram comportamento a seu posicionamento político conservador; ator rebateu

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
26 dez 2022, 17h35

O ator Juliano Cazarré virou alvo de críticas no domingo (25) após sua participação no prêmio Melhores do Ano, do programa Domingão com Huck, da TV Globo. Internautas apontaram uma postura séria do artista durante a premiação e associaram-na a seu posicionamento político conservador.

+ Gkay vira piada no Melhores do Ano, da Globo, e desabafa: “Exausta”

Na manhã desta segunda-feira (26), Cazarré rebateu os comentários em um longo vídeo de desabafo. “Estranho para mim ter que gravar isso. Mas tive uma enxurrada de ódio aqui no Instagram e estava sem entender o porquê. Muita gente falando que eu estava sério, me xingando, por causa de política”, contou.

Em seguida, ele explicou o motivo. “Eu estava sério mesmo, porque não estou vivendo uma situação fácil, nossa filha está na UTI há seis meses. O programa estava marcado para às 15h, mas começou a ser gravado às 17h”, disse.

O ator e sua esposa, Letícia, são pais de Vicente, Inácio, Gaspar, Maria Madalena e Maria Guilhermina, que nasceu em julho com um problema no coração e, desde então, está internada em São Paulo. Os dois estão alternando turnos entre o hospital e a casa no Rio de Janeiro.

Continua após a publicidade

Ele contou que a gravação do programa sofreu atrasos, o que o deixou preocupado sobre a possibilidade de ter que estender o tempo da babá com os filhos em casa. No entanto, não estava mal-humorado, mas sim feliz em ver seus colegas.

+ Repórter Ernesto Paglia deixa a Globo após 43 anos na emissora

Sobre a questão política, esclareceu: “Tinha um vídeo meu dando um abraço no Silvério (o ator Silvério Pereira) e gente dizendo que ele teve que segurar o vômito por estar abraçando um bolsonarista. Tem muita gente que tem uma obsessão política imbecil e tão grande, que não consegue ver nada além de bolsonarismo e PT”.

Cazarré foi categórico ao dizer que seus valores são conservadores e católicos. “Eu tenho posicionamento conservador, não acredito numa revolução, no progressismo. Quem me segue sabe disso, tenho valores cristãos. Desde que Bolsonaro assumiu, nunca coloquei uma frase sobre esse governo aqui. Não quer dizer que concorde com p**** nenhuma, mas eu não sou de esquerda.”

Continua após a publicidade

Ele finalizou o vídeo criticando os vencedores dos prêmios que falaram sobre política em seus discursos. “Acho caído demais essa história. É muito chato, quem disse que as pessoas estão interessadas na nossa posição política? Isso divide as pessoas, é hora de confraternização.”

View this post on Instagram

A post shared by Juliano Cazarré (@cazarre)

+ Assine a Vejinha a partir de 9,90.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.