Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Ivete Sangalo lamenta morte de dona Alda e manda recado comovente para Xuxa

Amiga da apresentadora há décadas, a cantora desejou forças a ela e aos familiares. "Eu sei o quanto você lutou junto com ela para que ela ficasse bem"

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 8 Maio 2018, 21h23 - Publicado em 8 Maio 2018, 21h20

A morte de dona Alda Meneghel, mãe de Xuxa, comoveu muitos fãs e amigos da apresentadora. Ivete Sangalo prestou homenagens em um post de solidariedade à família no Instagram.

Alda morreu na manhã desta terça-feira (8), em casa, depois de dez anos lutando contra o mal de Parkinson. Amiga de Xuxa há décadas, a cantora desejou forças em um recado comovente. “Eu sei o quanto você ama essa mãezinha, o quanto você lutou junto com ela para que ela ficasse bem. Saiba que ela está bem agora, descansando em paz e se orgulhando da linda relação que vocês tem. Ela vive nos nossos corações. Te amo! Muita força”

Confira:

View this post on Instagram

Minha amiga querida @xuxamenegheloficial . Eu sei o quanto vc ama essa mãezinha, o quanto vc lutou junto com ela para que ela ficasse bem. Saiba que ela está bem agora, descansando em paz e se orgulhando da linda relação que vcs tem. Ela vive nos nossos corações . Te amo! Muita força. Estou contigo🙏🏻 Deus está com ela e com vc e toda sua família

A post shared by Veveta 🌎 (@ivetesangalo) on

 Em fevereiro, Xuxa fez um desabafo sobre a saúde da mãe no Instagram. “Mãe, quando a senhora começou a andar de cadeira de rodas, a senhora atropelava a gente e ria, andando de carrinho acelerava e levava os netos de carona”, relembrou.

Continua após a publicidade

Quando começou a parar de pintar com pincel usou os dedos e as pinturas eram simplesmente mais lindas. Quando não podia mais falar, tentava se expressar com os olhos… e que olhar!”. Na sequência, a apresentadora revela que ela já havia perdido a maioria dos movimentos do corpo. “Hoje, na cama, sem poder mexer nada, vejo o quanto tenta estar aqui viva para gente, para os filhos, netos, bisnetos e agregados. Obrigada por ser tão forte!”

Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.