Imagem Blog

Alessandra Rodrigues - Nutrição e Bem-Estar

Por Blog
Continua após publicidade

Quais são as vantagens dos superalimentos?

O que são superalimentos?  Não existe uma definição técnica para essa palavra, mas muitos alimentos que possuem propriedades boas como densidade nutricional elevada, ou seja, altas concentrações de vitaminas, minerais, fibras e  antioxidantes, têm sido chamados assim. Como exemplo podemos citar: chia, linhaça, goji berry,  romã, cranberry. + O que é Goji Berry? Entenda seus […]

Por VEJA SP
Atualizado em 26 fev 2017, 18h14 - Publicado em 26 mar 2015, 17h38

superalimentos-nutricao

O que são superalimentos?  Não existe uma definição técnica para essa palavra, mas muitos alimentos que possuem propriedades boas como densidade nutricional elevada, ou seja, altas concentrações de vitaminas, minerais, fibras e  antioxidantes, têm sido chamados assim. Como exemplo podemos citar: chia, linhaça, goji berry,  romã, cranberry.

+ O que é Goji Berry? Entenda seus benefícios e aprenda como usá-la

Chia: rica em fibras, cálcio, magnésio, potássio, proteína, ômega 3 (anti-inflamatório) e possui ainda propriedades antioxidantes.
• Linhaça: rica em fibras, ômega 3, vitaminas B1, B2, C, E e Caroteno e minerais como ferro, zinco,  potássio, magnésio, fósforo e cálcio. Melhora p sistema imunológico e auxilia na redução do colesterol.
• Goji berry: alto poder antioxidante, altíssima concentração de vitamina C. Consequentemente ajuda a manter o sistema imunológico fortalecido, é rica em fibras, vitamina B, zinco e  selênio.
• Romã: antioxidante, anti-inflamatório, rico em vitamina A, C , E e ácido fólico.
• Cranberry: antioxidante, anti-inflamatório, rico em fibras, vitaminas A, C e D, contém resveratrol.

+ Entenda os benefícios e aprenda receitas com linhaça

Os alimentos citados apresentam uma composição excelente, no entanto é preciso entender que eles sozinhos não resolvem nada. Eles devem ser acrescentados na sua dieta, que deve ser equilibrada. Não adianta ficar em jejum e comer uma boa quantidade de goji berry, por exemplo.

+ Saiba os benefícios da Chia e aprenda uma deliciosa receita de mousse

Você deve seguir uma alimentação adequada com uma média de 5 a 6 refeições diárias e compostas por alimentos de qualidade. Esses superalimentos devem fazer parte do seu dia a dia, mas de forma complementar. Use a chia no preparo de uma tapioca, por exemplo, a linhaça acrescente no seu iogurte. A goji berry pode entrar como um lanche intermediário, mas evidentemente em quantidades moderas. O romã ou cranberry também podem ser usados como lanches intermediários, como sobremesa e até mesmo como complemento do café da manhã. Saber usar os superalimentos pode fazer uma boa diferença na sua alimentação.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.