Imagem Blog

Notas Etílicas - Por Saulo Yassuda

Por Saulo Yassuda
O jornalista Saulo Yassuda cobre cultura e gastronomia. Faz críticas de bares na Vejinha há dez anos. Dá pitacos sobre vinhos, destilados e outros assuntos
Continua após publicidade

Veterana em Santa Cecília, Lilian Gonçalves volta a investir na região

A empresária da noite montou o Kara Kara Karaokê, com doze salas em um antigo prédio de apartamentos da Rua Canuto do Val

Por Saulo Yassuda Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 26 abr 2024, 17h10 - Publicado em 26 abr 2024, 16h49

Até meados dos 2010, a empresária Lilian Gonçalves reinava absoluta na Rua Canuto do Val, em Santa Cecília. Pouco a pouco, viu seus bares ganharem novos vizinhos boêmios, como o boteco Moela e os tantos pés-sujos Jhony’s naquele pedaço. Essa nova concorrência não impediu, porém, que a veterana continuasse a investir na área.

A rainha da noite, como é apelidada, está prestes a inaugurar um complexo de doze salas de karaokê com um bar no número 44 daquela rua. Será o complexo Kara Kara Karaokê. “Quis fazer o menor investimento possível”, desconversa, sobre valores.

kara-kara-karaoke-lilian-gonçalves
Projeção da fachada do Kara Kara Karaokê (Kara Kara Karaoke/Divulgação)

Os espaços ocupam um prédio de dois andares e vão comportar grupos de quinze a cinquenta pessoas, que deverão fazer reserva com antecedência.

Continua após a publicidade

“Tem muita procura por salas de karaokê, e perco muito cliente porque não tenho lugar suficiente”, revela a empresária sobre os outros negócios que mantém na rua: o bar Siga La Vaca (que está prestes a ganhar sete novos cômodos dedicados à cantoria), o Frango com Tudo Dentro (boteco que tem uma grande salão só dedicado ao karaokê), o restaurante Japan Tower (que possui três salas voltadas ao “esporte” de segurar o microfone) e o Bar do Nelson (sem karaokê, mas com apresentações ao vivo de artistas).

kara-kara-karaoke-lilian-gonçalves
Imagem mostra como será o Kara Kara Karaokê (Kara Kara Karaoke/Divulgação)

A abertura do Kara Kara Karaokê também é uma forma de atender aos fãs do extinto bar Coconut Brasil, que era conhecido pelos quartinhos para soltar o gogó, mas que Lilian acabou fechando durante a pandemia, e do Biroska, outra casa da empresária que sucumbiu no meio da crise sanitária, mas que vai ganhar uma espécie de reencarnação no térreo do novo bar. “Ali, teremos um ‘Biroskinha'”, conta ela. “O Brasil inteiro pergunta pelo Biroska.” 

Continua após a publicidade

A previsão de abertura do Kara Kara Karaokê é entre o fim de maio e o início de junho. A conferir.

Kara Kara Karaokê

Rua Canuto do Val, 44, tel. 3995-0586.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.