Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Saulo Yassuda, repórter e crítico de bares de VEJA São Paulo Notas Etílicas Por Saulo Yassuda Dicas, novidades e observações do mundo dos bares e das bebidas

Clube Blue Note oferece boa música e drinques; leia a crítica

A casa de Jazz que tem como vista a Avenida Paulista é a novidade na cidade

Por Gabrielli Menezes Atualizado em 20 jan 2022, 14h59 - Publicado em 31 Maio 2019, 06h00

As cortinas se fecham e a vista para a avenida Paulista some. No teto, as luzes se apagam, dando lugar às velas e aos holofotes azuis direcionados ao palco. É hora do show no Blue Note. Criada em Nova York em 1981, a casa de jazz tem satélites em países como Japão e Itália e, desde fevereiro, está também na varanda do 2º andar do Conjunto Nacional. Além de desfrutar shows do ritmo natural de Nova Orleans, o público assiste sentado a apresentações de MPB e bossa nova.

Poboy: ciabatta com lula e camarão bem crocantes ao vinagrete de maçã verde Clayton Vieira/Veja SP

O tablado pouco acima do nível do salão traz um clima intimista até quando sobem ao palco estrelas como o pianista americano Robert Glasper e o compositor e cantor Toquinho. Na varanda, os sons variam dos produzidos por DJs aos que compõem a “sinfonia” da avenida — leia-se: ônibus, carros e mesmo artistas de rua. De quarta a domingo, a noite é dividida em dois sets, com nomes convidados e ingressos que vão de R$ 40,00 a R$ 200,00.

Negroni, do Blue Note Clayton Vieira/Divulgação

Às terças, o couvert de R$ 20,00 para ouvir a banda residente é opcional. Em qualquer um dos ambientes, saboreia-se o poboy (R$ 42,00), ciabatta com lula e camarão bem crocantes ao vinagrete de maçã verde. Entre os pratos aparecem clássicos de outros tempos, como o filé-mignon à diana (R$ 58,00), servido ao molho madeira com arroz à piemontese, que leva cogumelo e ervilha. Quem comanda o preparo dos drinques é o experiente Derivan Ferreira de Souza. Para sabores clássicos, fique com o negroni (R$ 38,00). Doce e frutado, o gim-tônica blue note (R$ 35,00) reúne bitter de hibisco, chá de frutas vermelhas, zimbro e laranja-baía.

Avaliação: MUITO BOM (quatro estrelas)

Clique para conferir o cardápio:

Divulgação/Divulgação
Continua após a publicidade

 

 

 

 

Quer mais dicas? Siga minhas novidades no Instagram @sauloy.

E para não perder as notícias mais quentes que rolam sobre São Paulo, assine a newsletter da Vejinha. É só clicar aqui.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês