Imagem Blog

Na Plateia Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Indicações do que assistir no teatro (musicais, comédia, dança etc.)
Continua após publicidade

“Traga-me a Cabeça de Lima Barreto”: o pensamento do escritor e o racismo

Protagonizado por Hilton Cobra, o monólogo de Luiz Marfuz joga luz na trajetória do escritor carioca de forma criativa e sintonizada com os dias atuais.

Por Dirceu Alves Jr.
19 jul 2018, 18h36

Se um século depois Triste Fim de Policarpo Quaresma (1915) se impôs como um clássico do romance pré-modernista, não foi bem assim quando seu autor, Afonso Henriques de Lima Barreto (1881-1922), circulava pelo Rio de Janeiro. Protagonizado por Hilton Cobra, o monólogo Traga-me a Cabeça de Lima Barreto, de Luiz Marfuz, joga luz na trajetória do escritor carioca de forma criativa e sintonizada com os dias atuais.

+ “Agosto” e o teatro em sua essência.

A ação se desenvolve através de uma interessante alegoria e estabelece conexões com a herança racista e o processo de eugenia pregado no começo do século passado. Um tribunal se reúne para analisar o cérebro do ficcionista, que também ganhou a vida como jornalista e funcionário público. Barreto afogou-se no ressentimento e no álcool, principalmente por não se considerar reconhecido e comparar-se a Machado de Assis, que, segundo ele, alcançou a celebridade por não se assumir como negro e não abordar temas raciais em seus livros.

+ Conheça os indicados ao Prêmio Shell em São Paulo.

Continua após a publicidade

Dirigido por Fernanda Júlia, Hilton Cobra empresta carisma ao personagem e comove a plateia ao narrar as angústias e os dramas pelos quais passou. O solo, no entanto, em momento algum é melancólico nem mostra o escritor como vítima. O Lima de Cobra é vivo, pulsante, um retrato comum de seu tempo e um dos detonadores de um vagaroso processo em nome da igualdade ainda longe de ser concluído (70min). 14 anos. Estreou em 12/7/2018.

+ Espaço Cênico do Sesc Pompeia. Rua Clélia, 93, Pompeia. Quinta a sábado, 21h30; domingo, 18h30. R$ 20,00. Até 5 de agosto.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.