Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Memória Por Blog Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.

Por onde anda Débora Brasil, a primeira morena do Tchan?

Ela venceu a depressão e hoje está realizada

Por Roosevelt Garcia 11 dez 2017, 17h43

Nos anos 90, ela era uma das razões para o estrondoso sucesso que o grupo de pagode baiano É o Tchan fazia no país todo. Os trajes sumários e as coreografias sensuais com a companheira de palco Carla Perez animavam as apresentações do grupo e criavam uma avalanche de imitadoras, de menininhas de 5 anos a senhoras respetáveis. Ela é Débora Brasil, a primeira morena do Tchan.

Débora e a amiga Carla Perez, em 1995 Reprodução

 

Débora Carla do Carmo Carneiro nasceu em Salvador, em 1970. No início dos anos 90 ela dançava para o grupo de pagode baiano Gera Samba juntamente com a amiga Carla Perez, e quando  Beto Jamaica, Jacaré e Compadre Washington saíram do Gera Samba pra seguir com o próprio grupo, elas os acompanharam. O grupo foi chamado de É o Tchan graças ao maior sucesso do grupo anterior.

Com o grupo É o Tchan Reprodução

 

Com o sucesso estrondoso, o grupo estava em todas as rádios e programas de TV, além de shows ininterruptos por todo o território nacional. Em 1997, um concurso no Domingão do Faustão escolheu uma nova morena do Tchan, e Débora Brasil deixou o grupo. Isto já estava previsto em contrato, mas a saída dela também teve motivos de saúde: seu intenso treinamento e o excesso de apresentações lhe causaram problemas nos joelhos. A vencedora do concurso que indicou sua substituta foi Scheila Carvalho.

Após a saída do grupo, ela se tornou vocalista da banda de axé Dengo de Mulher, mas a empreitada não deu certo. Débora foi diagnosticada com depressão profunda, cujos primeiros sinais já apareciam quando ela ainda dançava para o É o Tchan. Foi uma fase ruim, ela mal saía da cama, e não tinha ânimo pra nada, e só conseguiu superar se apegando à religião.

Continua após a publicidade

Débora nos dias de hoje Reprodução

 

Dedicando-se cada vez mais à igreja, hoje ela é missionária e viaja o país “levando a palavra”, como ela mesma diz, e se tornou cantora gospel. Ela dá aulas de dança a meninas de sua igreja e também é apresentadora de televisão: tem o programa Na Lente, em Vitória, e também apresenta um programa de entretenimento na Bahia, ao lado do jornalista Helton Carvalho. Ela lembra com saudades dos tempos de sucesso com a amiga Carla Perez, com quem tem contato até hoje, e diz não se arrepender de nada, pois nunca fez algo que pudesse macular sua integridade.

Aos 47 anos, Débora continua linda, e plenamente realizada.

Com o jornalista Helton Carvalho, com quem apresenta um programa de entretenimento Reprodução

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês