Imagem Blog

Filmes e Séries - Por Mattheus Goto

Um guia com críticas, notícias, entrevistas e eventos sobre as estreias da semana no cinema e no streaming
Continua após publicidade

‘Uma Família Feliz’ é grande suspense nacional com Grazi e Gianecchini

Filme de José Eduardo Belmonte, sobre um mistério que coloca uma família em crise, explora o gênero com excelência e brasilidade

Por Mattheus Goto
5 abr 2024, 06h00

✪✪✪✪ Uma Família Feliz é o resultado de uma união de forças. O diretor José Eduardo Belmonte (Se Nada Mais Der Certo e Alemão) encabeçou esse projeto ambicioso de um filme nacional de suspense, diferente das tradicionais comédias. Ele contou com a colaboração de Raphael Montes (Bom Dia, Verônica e A Menina que Matou os Pais) para o roteiro e a assistência de direção.

As estrelas Grazi Massafera e Reynaldo Gianecchini completaram a equipe nos papéis de Eva e Vicente, um casal com uma vida supostamente perfeita, pais de gêmeas (Luiza Antunes e Juliana Bim).

A mulher dá à luz seu terceiro filho e precisa conciliar uma depressão pós-parto com o trabalho e os afazeres domésticos. A situação sai de controle quando machucados aparecem nas crianças. Um começa a suspeitar do outro e segredos ocultos vêm à tona. A revelação do verdadeiro culpado no final é surpreendente. É possível observar aqui a influência de obras americanas, como a série Objetos Cortantes (2018), da HBO.

+ Com Anne Hathaway e Jessica Chastain, ‘Instinto Materno’ poderia ser mais camp

Continua após a publicidade
Nem tão feliz assim: mistério deixa família em crise
Nem tão feliz assim: mistério deixa família em crise (Divulgação/Divulgação)

O longa explora o gênero com excelência e brasilidade, unindo mistério ao cunho social. “A mulher brasileira passa muito por isso. Ela tem que dar conta de tudo e não pode errar”, diz Grazi. “Aceitamos isso como se fosse uma herança feminina, mas essa estrutura deixa a mulher à beira um ataque de nervos.”

Gianecchini acrescenta: “Não é só um filme de suspense, ele mexe com ótimas discussões. Quando me ofereceram o papel, aceitei de cara. Quanto mais diferente da minha realidade é o personagem, mais ele me interessa”. Como protagonista, Grazi é a grande revelação e mostra seu potencial nas telonas.

Continua após a publicidade

“Eu sou cria de TV, não sabia como me encaixar no cinema. O José (Eduardo Belmonte) acreditou em mim e me chamou. Fui estudando e, hoje, vejo minha capacidade, até como mulher”, afirma. A atuação integra-se à atmosfera tensa construída pela equipe técnica, que se destaca pelo som e enquadramentos perspicazes.

Publicado em VEJA São Paulo de 5 de abril de 2024, edição nº 2887

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.