Imagem Blog

Filmes e Séries - Por Mattheus Goto

Um guia com críticas, notícias, entrevistas e eventos sobre as estreias da semana no cinema e no streaming
Continua após publicidade

‘O Mal Que Nos Habita’ aposta no grotesco e na escatologia para chocar

Terror argentino dirigido por Demián Rugna busca gerar repulsa com sangue e ser maligno repugnante

Por Mattheus Goto
9 fev 2024, 06h00

✪✪✪ Após chamar a atenção no circuito internacional no ano passado, O Mal Que Nos Habita chegou aos cinemas brasileiros mostrando o motivo do burburinho. O terror argentino, dirigido por Demián Rugna, aposta de maneira autêntica e bem-sucedida no grotesco e na escatologia.

A trama se passa em uma cidade pacata do interior, onde dois irmãos encontram um homem moribundo, possuído por um demônio. Eles tentam dar um fim ao sujeito, mas acabam levando o mal involuntariamente por onde passam. O ser maligno gera repulsa, por seu estado de quase putrefação e pela maldição que invoca.

Esse é um dos pilares no qual o longa se apoia para perturbar, indo mais longe do que a média na onda recente de filmes do tipo. O choque não é apenas uma das bases do enredo, como também um dos objetivos.

+ Terror no MIS: nova exposição promete sustos e imersão

Continua após a publicidade

Outro, que se desenrola ao longo da trama, é a reflexão sobre religião e profecia, que poderia ser mais desenvolvida — quem sabe em uma continuação. O mesmo vale para as pequenas doses de relações humanas. As cenas finais são breves, mas fecham os nós. Depois de alguns projetos sem a mesma repercussão, Rugna prova seu potencial no gênero.

Publicado em VEJA São Paulo de 9 de fevereiro de 2024, edição nº 2879

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.