Imagem Blog

Filmes e Séries - Por Barbara Demerov Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Aqui você encontra críticas, entrevistas e as principais novidades sobre o mundo do cinema e do streaming
Continua após publicidade

‘O Sequestro do Voo 375’ vence na categoria de Melhor Roteiro no LABRFF

Lusa Silvestre e Mikael Albuquerque, roteiristas do filme, foram premiados no Los Angeles Brazilian Film Festival

Por Barbara Demerov
Atualizado em 28 out 2023, 17h02 - Publicado em 28 out 2023, 17h02

Com produção do Estúdio Escarlate e coproduzido pela Star Original Productions, o filme brasileiro O Sequestro do Voo 375 venceu a categoria de Melhor Roteiro do Los Angeles Brazilian Filme Festival (LABRFF).

O filme, que estreia em circuito nacional no dia 7 de dezembro e será exibido neste domingo (29) na 47ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, é dirigido pelo cineasta Marcus Baldini e produzido por Joana Henning.

Os roteiristas premiados foram Lusa Silvestre e Mikael de Albuquerque. O argumento é de Constâncio Vianna, pesquisador e autor de obra documental sobre o fato ocorrido em 1988, no período da redemocratização e pré-constituinte.

O Sequestro do Voo 375 conta a história do motorista de trator maranhense Raimundo Nonato, que, transtornado com as dificuldades financeiras, decide sequestrar um avião da VASP com mais de 100 pessoas a bordo com o objetivo de atingir o Palácio do Planalto e matar o então presidente Sarney.

Continua após a publicidade

A obra foca no heroísmo do piloto Fernando Murilo, que perde em voo o seu copiloto Salvador Evangelista, morto à queima roupa, mas consegue salvar 98 passageiros e cinco tripulantes e evitar a tragédia, que poderia ter sido o 11 de setembro brasileiro.

“É uma grande satisfação ver um filme de ação ganhar um prêmio de Melhor Roteiro, porque essa é uma marca de O Sequestro do Voo 375.  O equilíbrio entre as cenas de ação e a profundidade dos personagens no contexto histórico e social da época é, com certeza, um acerto para este filme”, diz Joana Henning, CEO do Estúdio Escarlate. “Como produtora, fico muito orgulhosa de ter Lusa Silvestre e Mikael Albuquerque construindo esta história neste grande coletivo que é o cinema nacional.”

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.