Imagem Blog

Filmes e Séries - Por Barbara Demerov Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Aqui você encontra críticas, entrevistas e as principais novidades sobre o mundo do cinema e do streaming
Continua após publicidade

‘Aftersun’: memórias e relação entre pai e filha compõem filme poderoso

Ótimo longa de estreia da diretora Charlotte Wells chega aos cinemas e, em breve, ao MUBI

Por Barbara Demerov
Atualizado em 2 dez 2022, 12h33 - Publicado em 2 dez 2022, 06h00

✪✪✪✪ Aftersun foi exibido durante a 46ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo e conquistou público e crítica. Agora, está em cartaz nos cinemas — em breve, irá estrear na MUBI.

+CCXP22: seu guia para o evento de cultura pop

O que mais surpreende na obra é o fato de este ser o primeiro longa-metragem da cineasta Charlotte Wells, pois tudo é costurado de um jeito especial, como um veterano faria. Durante uma viagem de férias, Sophie (Frankie Corio, de apenas 12 anos) e o pai, Calum (Paul Mescal), vivem dias ensolarados em um resort.

A história se passa no fim da década de 90, então uma filmadora analógica (item marcante da década) está quase sempre presente. Sophie quer registrar momentos triviais, mas algumas tensões vêm à tona diante dessa proximidade com Calum — afinal, por ser filha de pais separados, ela não vive com o pai. E o roteiro não trata apenas da relação paternal: o drama fala sobre distanciamento emocional, memória e depressão de forma extremamente sensível.

A atuação de Paul Mescal como o genitor da pequena Sophie é ótima e traz nuances perceptíveis de uma pessoa que sofre ao lidar com algumas responsabilidades. A montagem, uma das melhores qualidades de Aftersun, também apresenta um cenário no futuro (ou presente), no qual Sophie, já adulta, revê as filmagens caseiras dessa viagem em especial. Nessas cenas saudosas e realistas, é muito bonito ver e refletir sobre o impacto das relações familiares.

Continua após a publicidade

Publicado em VEJA São Paulo de 7 de dezembro de 2022, edição nº 2818.

+Assine a Vejinha a partir de 9,90.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.