Imagem Blog

A Tal Felicidade

Saúde, bem estar e alegria para os paulistanos
Continua após publicidade

A gratidão é uma força que conecta e transcende

Para o comunicólogo Rodrigo de Aquino, ser grato é ampliar a própria visão de mundo

Por Rodrigo de Aquino em depoimento a Helena Galante
12 jan 2024, 06h00

Iniciamos um novo ano, repleto de oportunidades ao longo de 365 dias repletos de ensinamentos. Podemos promover um exercício constante, identificando em cada momento um caminho para uma vida com mais bem-estar, leveza, amorosidade, generosidade e compaixão, através da prática intencional da gratidão.

Apesar de ser por vezes banalizada e ridicularizada, a gratidão é um sentimento nobre, capaz de preencher o íntimo de quem o experimenta, transbordando para todos ao redor.

No último dia 6, celebramos o Dia Nacional da Gratidão, uma oportunidade para reconhecer os milagres diários em nossas vidas. Essa data nos inspira a conectar o tangível com o encantado, o racional com o transcendental.

+Tirar um sabático: como uma pausa pode te ajudar a se reconectar

Se desejamos impactar positivamente o mundo, é essencial ajustar as lentes da gratidão. Identificar pessoas bondosas e inúmeras oportunidades ao nosso redor permite enxergar em cada experiência uma porta para uma nova etapa, uma ponte para um lugar encantador e seguro, ou uma janela para apreciar uma vida mais otimista e inspiradora.

Expressar gratidão a outras pessoas cria laços emocionais e gera gestos inusitados e espontâneos que aquecem o coração. Ajudar alguém nutre a alma de autoconfiança e autoestima, estabelecendo um ciclo virtuoso e transformador de ajuda e apoio.

Continua após a publicidade

A neurociência destaca os benefícios da gratidão genuína e autêntica, promovendo a regulação das emoções, reduzindo o estresse e a pressão arterial, proporcionando sensação de vitalidade e melhorando a qualidade do sono.

A gratidão não apenas abre portas no mundo externo, mas também promove uma reestruturação cognitiva, tornando-nos mais criativos e capazes de enfrentar a vida com esperança, generosidade, amor e empatia. Pessoas gratas conectam-se mais facilmente e tornam-se mais agradáveis e receptivas a experiências.

+O que é felicidade, segundo a visão de mundo quântica

Sempre relacionada a bênçãos e graças divinas, a gratidão nos faz transcender e valorizar o momento presente. Está intimamente ligada à satisfação com a vida, propósito e felicidade, como expresso pelo filósofo grego Antístenes: “Gratidão é a memória do coração”.

Práticas de gratidão

> Revisão de 2023Repasse mentalmente os acontecimentos do ano passado e identifique fatos positivos que ocorreram mês a mês. Faça esse exercício com calma, saindo do piloto automático e vivendo o ano novo com perspectivas mais positivas.
> Pote da gratidãoEscolha um pote bonito e, diariamente, registre em um papel algo que lhe despertou gratidão. Estimule a participação de familiares para criar uma experiência coletiva de conexão entre presente e passado.
> Carta da gratidãoEscolha alguém especial, escreva uma carta expressando gratidão e, se possível, associe a entrega com uma visita. Essa prática fortalece laços e pode ser uma experiência curativa.
> Diário da gratidãoAntes de dormir, registre três experiências positivas do dia, cultivando significado, propósito e realização, contribuindo também para a qualidade do sono.
> Atenção plena — Em momentos desafiadores, pratique a atenção plena. Pare por alguns minutos, respire tranquilamente e identifique algo que lhe desperte gratidão, nutrindo esse sentimento e registrando-o, se possível, no diário.

Continua após a publicidade

Ser grato não é alienar-se, mas ampliar a visão de mundo, inspirando caminhos e alternativas diante das adversidades. A gratidão é a luz na escuridão, a guarida na tempestade e o aconchego na solidão, como destaca o monge americano Steindl-Rast: “Não é a felicidade que gera a gratidão; é a gratidão que faz florescer a felicidade”. Agradeço por chegarmos até aqui.

rodrigo-aquino
Rodrigo de Aquino (@rodrigodeaquino) é comunicólogo, especialista em felicidade, dedicado integralmente a área de criatividade, florescimento humano e Felicidade Interna Bruta. É embaixador da ONG Doe Sentimentos Positivos e fundador do Instituto DignaMente. (Divulgação/Divulgação)

A curadoria dos autores convidados para esta seção é feita por Helena Galante. Para sugerir um tema ou autor, escreva para hgalante@abril.com.br.

Publicado em VEJA São Paulo de 12 de janeiro de 2024, edição nº 2875

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.