Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Colecionador e ex-presidente da Bienal morre vítima de câncer

João Figueiredo Ferraz passava por tratamento da doença e estava internado há três semanas

Por Tatiane de Assis, Humberto Abdo Atualizado em 6 set 2021, 13h22 - Publicado em 6 set 2021, 12h25

O colecionador e ex-presidente da Bienal João Carlos Figueiredo Ferraz morreu na manhã de hoje (6) aos 69 anos. Ele tratava um câncer e estava internado há três semanas no hospital Sírio Libanês.

A morte foi confirmada pelas redes sociais do Instituto Figueiredo Ferraz. “Para nós, o João sempre foi um amigo generoso, incentivador, compreensivo, onde todo o trabalho e decisões se davam de forma aberta e democrática através de papos animados, instigantes e extremamente construtivos, propiciando assim um ambiente de profunda amizade e amor”, disse em nota.

O empresário e colecionador de arte assumiu a presidência da Fundação Bienal de São Paulo em 2017 e se afastou em setembro de 2018. Economista, Figueiredo Ferraz foi o fundador e presidente do Instituto Figueiredo Ferraz e integrava o conselho de importantes instituições de arte como o Museu de Arte de São Paulo (Masp), o Museum of Modern Art’s Latin American and Caribbean Fund (LACF MOMA), o Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-SP), a Pinacoteca do Estado de São Paulo e o Museu Brasileiro de Escultura (MUBE). É membro do Conselho da Fundação Bienal desde junho de 2014.

View this post on Instagram

A post shared by Instituto Figueiredo Ferraz (@institutofigueiredoferraz)

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Continua após a publicidade

Publicidade