Imagem Blog

VEJA SÃO PAULO 30 anos

Por Blog
Os temas, reportagens e fotos que a Vejinha estampou em suas páginas para contar a história das últimas três décadas na capital
Continua após publicidade

A volta dos apresentadores de TV à eleição para a prefeitura

Nesta semana, VEJA SÃO PAULO publicou a reportagem de capa “Luz, câmera, eleição”, sobre a intenção dos apresentadores de TV José Luiz Datena, João Doria Júnior e Celso Russomanno de se candidatarem à prefeitura de São Paulo em 2016. Não foi a primeira vez que a revista analisou, na matéria principal de uma de suas edições, a entrada de […]

Por Maurício Xavier Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 26 fev 2017, 15h12 - Publicado em 6 ago 2015, 21h14
Capa com Silvio Santos, publicada em 23 de março de 1988

Capa com Silvio Santos, publicada em 23 de março de 1988

Nesta semana, VEJA SÃO PAULO publicou a reportagem de capa “Luz, câmera, eleição”, sobre a intenção dos apresentadores de TV José Luiz Datena, João Doria Júnior e Celso Russomanno de se candidatarem à prefeitura de São Paulo em 2016.

Não foi a primeira vez que a revista analisou, na matéria principal de uma de suas edições, a entrada de uma celebridade da televisão no universo da política.

Em 23 de março de 1988, a Vejinha estampava em sua capa o empresário Silvio Santos, à época dono da TVS (que depois se transformaria no SBT), que havia se filiado ao extinto Partido da Frente Liberal (PFL) para entrar na disputa pela sucessão do então prefeito Jânio Quadros.

Continua após a publicidade
As duas primeiras páginas da reportagem, com foto do apresentador e do então prefeito Jânio Quadros

As duas primeiras páginas da reportagem, com foto do apresentador e do então prefeito Jânio Quadros

Com o título “O que São Paulo quer do seu novo prefeito”, o texto tratava da tímida movimentação política do popular comunicador, fazia prognósticos sobre suas chances nas urnas e também discorria sobre o estilo de administrador que seria o ideal para a São Paulo da época.

Silvio Santos praticava mini-golfe em sua mansão no Morumbi (Foto: Manoel Motta)

Silvio Santos praticava mini-golfe em sua mansão no Morumbi (Foto: Manoel Motta)

Continua após a publicidade

Uma das fotos mostrava a fachada da mansão de Silvio, no Morumbi, e outra, o apresentador praticando mini-golfe, que seria um de seus passatempos prediletos em sua residência.

Um quadro trazia ainda uma lista de possíveis candidatos. Pelo PMDB, João Oswaldo Leiva, José Serra, Almir Pazzianotto e João Sayad brigavam pela indicação. Outros interessados eram Guilherme Afif Domingos (PL), Arnaldo Faria de Sá (PTB) e Plínio de Arruda Sampaio (PT).

Curiosamente, ainda não despontava o nome de Luiza Erundina, que acabaria indicada pelo PT e levaria a eleição, passando a governar o município no ano seguinte.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.