Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

“Amei demais”, diz mulher que tatuou pênis no antebraço

Dona de casa de 53 anos explica a escolha inusitada pelo desenho

Por Ricardo Chapola Atualizado em 27 fev 2019, 17h31 - Publicado em 27 fev 2019, 13h48

A dona de casa Rosineia de Aguiar Gomes, de 53 anos, nunca havia feito uma tatuagem na vida. Na segunda-feira (25), decidiu então encarar seu primeiro desenho: um (inusitado) pênis.

O trabalho cobre boa parte de um de seus antebraços. Em entrevista a VEJA SÃO PAULO, Rosineia contou que escolheu tatuar a imagem “porque gosta muito” e afirmou que não se arrependeu. “Gosto muito, então fiz. Ficou linda. Amei demais”, afirmou a mulher, que contou com o apoio dos dois filhos.

Foi um deles, inclusive, que indicou o estúdio para a mãe. Fica próximo da casa da família em Rio das Ostras, no interior do Rio de Janeiro.

A tatuagem custou 350 reais Divulgação/Veja SP

A filha mais velha de Rosineia, de 19 anos, gosta muito do serviço do tatuador Maurício Miranda, de 37 anos. A garota tem estampada no corpo uma borboleta criada por ele.

Rosineia afirma que não se inspirou em ninguém em específico, mas que sabia muito bem como gostaria que fosse o desenho. “A cliente foi me dizendo como ela queria: torto, reto, essas coisas. Fiquei constrangido, mas fiz”, relata Miranda.

Quando a mulher chegou ao endereço com a ideia, Miranda jurou ter entendido errado. Tentou ser discreto: “‘Mas que modelo de tênis a senhora gostaria de tatuar?'”, perguntou. “Ela me respondeu: ‘Não meu filho. Quero tatuar um pênis'”.

O trabalho custou 350 reais. Assim que terminou a sessão, Miranda tirou uma foto da arte e publicou nas redes sociais. O clique tinha mais de 8 000 compartilhamentos até a publicação desta reportagem.

Animada com o resultado, Rosineia já quer fazer outra tatuagem. “A próxima vão ser dois coraçõezinhos próximo ao peito. Só vou esperar essa cicatrizar primeiro”, diz.

Continua após a publicidade
Publicidade