Suzane von Richthofen revela detalhes inéditos do assassinato dos pais

Em entrevista a Gugu Liberato, a condenada a 39 anos de prisão confessou que ajudou a planejar o crime ao lado dos irmãos Cravinhos

 

A reestreia de Gugu Liberato na televisão na noite desta quarta (25), em um novo programa na Record, trouxe uma entrevista exclusiva com Suzane von Richthofen, condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato dos próprios pais, em 2002.

+ Mulher de Suzane pode deixar a prisão

Encarcerada na penitenciária de Tremembé 1, Suzane contou detalhes inéditos do crime cometido com os irmãos Cravinhos, Daniel, seu então namorado, e Cristian. E confessou pela primeira vez que ajudou a planejar o duplo homicídio.

“Eu não sou a única mentora intelectual, foi uma concordância de ideias. Mas eu fiz parte, ajudei a planejar. O Christian é que sabia um pouco menos do que iria acontecer. E não foi decidido na véspera, foi planejado com antecedência.

Suzane também revelou que conheceu Daniel por intermédio da própria mãe, Marízia, quando tinha 14 anos.

Suzane von RichthofenSuzane von Richthofen

 (/)

“Ele era instrutor de aeromodelismo no Parque do Ibirapuera, meu irmão ganhou um avião e começou a fazer aulas. Minha mãe pediu para que eu fosse junto acompanhá-lo. Ali conheci o Daniel e começamos a namorar.

A relação, no entanto, não era aprovada por Marízia e o marido, Manfred.

“Eles eram contra e me proibiram de ver o Daniel. Mas eu era adolescente, me apaixonei, comecei a fazer muita coisa sem eles saberem, viajar escondido”, diz. “Daniel foi o primeiro e único homem que eu tive, ele me apresentou uma vida completamente desregrada, uma vida em que eu podia fazer tudo.

+ Confira as últimas notícias da cidade

Suzane também contou que chegou a receber ameaças de morte enquanto esteve presa em Ribeirão Preto e que o medo a fez desistir de acertar o regime semiaberto, oferecido no ano passado.

“Em Tremembé encontrei um lugar tranquilo e seguro. Se eu for para o regime semiaberto, terei que mudar para outro presídio, onde talvez eu não me sinta tão segura. Prefiro esperar que Tremembé adote o semiaberto”, explica.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s