Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Base do Samu é assaltada e perde respirador e cilindro de oxigênio

Suspeitos estavam na Zona Norte em busca de um médico

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 13 jun 2020, 14h56 - Publicado em 13 jun 2020, 14h46

Uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi assaltada por dois homens na noite da sexta-feira (12) na Zona Norte. Foram levados cilindro de oxigênio, desfibrilador e respirador, conforme inconformações da Secretaria de Segurança Pública.

A dupla estava armada, com roupas do Samu, e sequestrou numa rua da Casa Verde o socorrista com o veículo. Os suspeitos estavam em busca de um médico e fizeram o motorista levá-los ao posto do Samu da Avenida Voluntários da Pátria.

Ali, não localizaram o plantonista. Decidiram levar, então, outra ambulância, com o motorista e os equipamentos. O veículo e os socorrista foram abandonados na Casa Verde, mas os homens conseguiram fugir com os equipamentos.

Publicidade