Continua após publicidade

Diretor pró-Bolsonaro quer criar “máquina de guerra cultural”

Roberto Alvim escreveu no Facebook que tem a intenção de montar um "banco de dados com artistas conservadores"

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 18 jun 2019, 17h20 - Publicado em 18 jun 2019, 15h30

O diretor de teatro Roberto Alvim anunciou nesta terça-feira (18) pelo Facebook que vai montar um grande banco de dados com artistas conservadores para criar um “uma máquina de guerra cultural”.

Alvim vai assumir um cargo no governo de Jair Bolsonaro (PSL), possivelmente na Secretaria Especial da Cultura, ligada ao Ministério da Cidadania. Em tom de apelo, o diretor pede colaboração de seus seguidores nas redes sociais. “Urgente: peço a todos que se alinhem aos valores conservadores no campo da arte do teatro”, escreve.

“Estamos montando um grande banco de dados de artistas de teatro conservadores para aproveitamento em uma série de projetos. Vamos criar uma máquina de guerra cultural”.

Em entrevista a VEJA SÃO PAULO publicada no domingo (16), o carioca contou ter recebido do presidente a possibilidade de “fazer algo grande” e mudar a história do teatro brasileiro.

Continua após a publicidade

“Bolsonaro me dará a possibilidade de fazer algo grande e belo, visando redefinir a cultura brasileira. É uma missão de vida, para a qual venho me preparando desde que comecei no teatro, há quase 30 anos”, afirmou Alvim.

Hoje com 46 anos de idade, o diretor despontou nos palcos de São Paulo no fim da década de 2000. Fundou, em 2006, a Cia. Club Noir, palco de espetáculos marcantes como como Tríptico Samuel Beckett e Leite Derramado. Em meados de 2010, era uma unanimidade na crítica, da qual recebia elogios recorrentes.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.