Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Número de casos graves de gripe cai na capital

Os registros de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) diminuíram 40% em abril

Por Veja São Paulo Atualizado em 27 dez 2016, 17h51 - Publicado em 16 Maio 2016, 20h42

Dados da Secretaria Municipal de Saúde apontam uma queda no número de casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG). Da 14ª para a 16ª semana epidemiológica, período entre 3 e 23 de abril, as notificações caíram de 691 para 413.

+ Treze perguntas e respostas sobre a gripe H1N1

De janeiro até o último dia 10, foram registrados 3 182 pacientes com SRAG, sendo que 509 tiveram o diagnóstico da influenza A H1N1 confirmada (é preciso fazer um exame a parte para detectar o vírus, que não é obrigatório). Do total, 167 óbitos foram contabilizados.

+ Número de surtos de caxumba dispara na capital

Para a secretaria, a diminuição de ocorrências no último mês ocorreu por causa da campanha de vacinação antecipada e da facilidade no acesso ao medicamento Oseltamivir, usado como tratamento da gripe. Neste ano, o vírus chegou mais cedo à capital causando filas nos prontos-socorros e em clínicas particulares de vacinação. Foi a primeira vez que a cidade registrou números altos de casos entre janeiro e março, ou seja, em pleno verão.

Continua após a publicidade
Publicidade