Gerando Falcões inicia expansão em modelo similar ao de franquias

A ONG, que dá suporte a famílias de baixa renda, pretende chegar a dez unidades em cinco anos

“Não importa de onde veio, mas para onde vai.” O empreendedor Edu Lyra, de 30 anos, ouvia a frase da mãe na infância, quando morava em uma favela de Guarulhos. Os dizeres viraram o lema do Gerando Falcões, projeto criado por ele em 2013 que oferece atividades e cursos de capacitação a 1 200 famílias de Poá, na região metropolitana. Bem-sucedida, a iniciativa está prestes a expandir seu alcance com base em um sistema similar ao de franquias. A ideia é replicar o modelo em dez comunidades pelo Brasil nos próximos cinco anos e dar apoio a 18 000 famílias.

Carismático e persistente, Lyra garantiu a ajuda de quatro investidores de peso na missão: Carlos Wizard Martins, dono de marcas como Mundo Verde e Taco Bell; Jorge Paulo Lemann, da Kraft Heinz e da Ambev; Daniel Castanho, presidente da Ânima Educação; e Flávio Augusto, proprietário da Wise Up e do Orlando City Soccer Club. “Esse pode ser o início do maior projeto de franquias sociais do mundo”, sonha Castanho.

Para desenvolver o programa, Lyra conseguiu vaga em um curso de liderança de dois meses na Universidade Harvard e contou com a parceria de consultorias como a Accenture, a fim de pensar em estratégias de gestão, incluindo metas e avaliações de rendimento. “A diferença entre gerir uma ONG e uma empresa é que o lucro é o ganho social”, diz Augusto.

Os líderes das comunidades que assumirão o comando das filiais serão escolhidos por chamamentos públicos. “Procuramos pessoas respeitadas pela favela, pela igreja, pelos comerciantes…”, explica Lyra. Os selecionados trabalharão com esquema de bonificação e plano de carreira. Uma equipe ajudará na implementação dos cursos e no treinamento de professores.

O cardápio de atividades reunirá práticas esportivas e culturais, além de capacitação profissional em programação, fotografia, empreendedorismo e logística. A primeira filial deve ser inaugurada em 10 de março, na Vila Prudente. Ainda sem data de abertura, a segunda sucursal será instalada em Maceió, em Alagoas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s