Prefeitura exclui 23 de Maio do Carnaval e escolhe outras avenidas

Local terá grandes atrações, como o bloco da cantora Claudia Leitte; palcos fixos e ações de marketing ficam de fora da folia

O carnaval de rua de São Paulo vai ganhar dois novos corredores em 2019 para receber os blocos. Com a Avenida 23 de Maio, na zona sul, fora da programação, as avenidas Marquês de São Vicente, zona oeste, e Tiradentes, no centro, serão usadas. O bloco da cantora Claudia Leitte, por exemplo, vai desfilar pela Tiradentes. A programação ainda não foi fechada, mas outras agremiações devem ir para o Ibirapuera, zona sul, e a Consolação, região central.

“O carnaval será mais descentralizado em 2019, e isso vai permitir que ele cresça”, afirma o secretário das Subprefeituras, Alexandre Modonesi. Um balanço da pasta aponta que o total de desfiles pode saltar de 459 este ano, para 737 em 2019 – alta de 60,5%. Ao todo, serão 323 trajetos espalhados pela capital, que receberá 645 blocos.

A 23 de Maio, que chegou a reunir 2,6 milhões de foliões este ano, segundo cálculos da prefeitura, foi excluída após recomendação do Ministério Público Estadual, ressaltando que ali não havia rotas de fuga. Outra novidade é que em 2019 não vai mais haver palcos fixos. Na edição deste ano foram quatro: Itaquera, Pirituba, Largo da Batata e Anhangabaú. “O carnaval de rua de São Paulo é de bloco. Os palcos foram pensados para o momento da dispersão, o que não aconteceu. O recurso será mais bem utilizado para melhorar a infraestrutura e segurança”, disse Modonesi.

Na folia de 2019, patrocinadores também ficarão proibidos de fazer a chamada “ativação de marca”, como o chuveiro de glitter, a roda-gigante e a montanha-russa que foram usadas nos últimos dois anos. A prefeitura está realizando leilão para escolher o patrocinador do carnaval de rua. A consulta pública foi aberta na quarta-feira e o lance inicial é de 19,5 milhões de reais.

No ano passado, os patrocinadores investiram 15 milhões de reais em logística, infraestrutura e segurança. Esse valor foi o triplo de 2016. O carnaval do ano que vem receberá o maior apoio de todos os tempos. A expectativa é de que o nome do patrocinador seja definido até o início de janeiro. “O fato de São Paulo estar se tornando o maior carnaval do Brasil possibilita que se tenha um maior patrocínio para a cidade”, disse o secretário.

Com Estadão Conteúdo. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s