Clique e assine por apenas 6,90/mês

Polícia dará recompensa pela prisão de primos que mataram camelô

Vendedor ambulante foi morto no dia de Natal ao defender uma travesti e um homossexual que estavam sendo agredidos

Por Sérgio Quintella - Atualizado em 27 Dec 2016, 21h38 - Publicado em 27 Dec 2016, 21h06

O governo do estado vai pagar uma recompensa de 50 mil reais por informações que levem à prisão de Ricardo Martins do Nascimento, de 21 anos, e Alípio Rogério Belo dos Santos, de 26, que espancaram até a morte o vendedor ambulante Luiz Carlos Ruas, de 54. 

O crime ocorreu no dia de Natal (25) na estação Pedro II do Metrô.

Ruas foi morto por volta das 22h25 de domingo após tentar defender uma travesti e um homossexual que estavam sendo espancados pela mesma dupla. 

Nesta terça (27), mais de 30 policiais saíram às ruas para tentar achar a dupla, que teve o pedido de prisão aceito pela Justiça e é considerada foragida.

Continua após a publicidade

As denúncias deverão ser feitas pelo Webdenúncia, no endereço http://www.webdenuncia.org.br.

Não há a necessidade de realizar cadastro ou identificação. O sigilo é absoluto.

Publicidade