Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Sargento da PM é primeira morte da corporação por Covid-19

Magali Garcia tinha 46 anos

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 31 mar 2020, 15h28 - Publicado em 31 mar 2020, 15h25

A Polícia Militar informou nesta terça-feira (31) que uma sargento morreu por complicações após contrair a Covid-19. É a primeira morte envolvendo a doença na corporação.

A sargento Magali Garcia tinha 46 anos e faleceu na segunda-feira (30). Ela apresentou sintomas da doença, como pneumonia. Foi internada no Hospital da PM, na Zona Norte da capital paulista, no dia 27 de março, onde teve a confirmação para a Covid-19. Precisou ser entubada e levada para a UTI após complicações.

Assine a Vejinha por 19,90 mensais.

 

Magali, no entanto, não resistiu e faleceu em decorrência da doença. “A Polícia Militar lamenta o falecimento da sargento”, diz nota enviada pela Secretaria de Segurança Pública. “A corporação segue rigorosamente as orientações do Comitê de Contingência do Coronavírus e ressalta que todo policial com suspeita ou diagnóstico da doença é imediatamente afastado das funções e acompanhado por profissionais de saúde”, finaliza o texto.

  • + OUÇA O PODCAST #SPsonha

    Continua após a publicidade
    Publicidade