Clique e assine por apenas 6,90/mês

Caso de Papai Noel alvo de pedradas repercute na internet

Segundo o G1, ele foi atacado por crianças ao ficar sem balas

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 13 dez 2017, 10h47 - Publicado em 13 dez 2017, 10h38

Um Papai Noel voluntário de Itatiba, cidade a cerca de 80 quilômetros da capital paulista, foi atacado por crianças no domingo (10) após as balas que ele distribuía acabaram, segundo informou o portal G1. Ninguém ficou ferido.

O nome da cidade entrou entre os assuntos mais comentados no Twitter na manhã desta quarta-feira (13) (confira a repercussão abaixo).

Segundo o G1, o caso aconteceu no bairro Porto Seguro, enquanto o Papai Noel andava pela cidade em um trenó, distribuindo balas para as crianças. Ele teria ficado sem as guloseimas, o que motivou os ataques.

Procurada pela reportagem de VEJA SÃO PAULO, a prefeitura da cidade informou que “Itatiba possui uma forte tradição de Papais Noéis voluntários, que percorrem os bairros de forma independente, distribuindo balas, sem vínculos com a Administração Municipal. O ocorrido divulgado por meio das redes sociais foi um desses casos”.

Confira a repercussão:

Continua após a publicidade

Publicidade