Continua após publicidade

Ouvidoria acompanha investigações sobre morte de torcedor do São Paulo

Rafael Garcia, de 32 anos, foi encontrado com um ferimento na cabeça na final da Copa do Brasil

Por Agência Brasil
Atualizado em 22 Maio 2024, 15h41 - Publicado em 27 set 2023, 19h51

A Ouvidoria da Polícia do Estado de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (27) que acompanhará as investigações realizadas pela Polícia Militar e pela Polícia Civil no caso da morte do torcedor do São Paulo Rafael Garcia, de 32 anos, que foi encontrado com um ferimento na cabeça durante confronto entre torcedores do clube paulista e a Polícia Militar na tarde de domingo (24) no Estádio do Morumbi.

“Abrimos um procedimento nesta data, solicitando à Polícia Militar as imagens das câmeras corporais portáteis, informações sobre o tipo de munição utilizada, bem como a identificação dos policiais que atuaram na ocasião com armas longas em carga e relatórios com atribuição de tiros disparados por policial. Do mesmo modo, solicitamos à Polícia Civil as câmeras do local, laudos necroscópicos, laudos do local e também balísticos”, diz a nota da Ouvidoria, que também manifestou seu repúdio a qualquer forma de violência.

Na tarde do último domingo, o São Paulo garantiu o título da Copa do Brasil após empatar com o Flamengo por 1 a 1 no segundo jogo da decisão (o Tricolor venceu o primeiro confronto da decisão por 1 a 0). Depois da partida, foi registrada confusão envolvendo torcedores que permaneceram no entorno do Morumbi e policiais militares.

Continua após a publicidade

“Após o término do jogo, torcedores tentaram acessar a área restrita, entre a Avenida Jules Rimet e a Rua Sérgio Paulo Freddi, e passaram a arremessar garrafas e objetos contra os policiais, que intervieram com o uso de munição de menor potencial ofensivo. Oito policiais ficaram feridos. Um homem foi detido após tentar furar um bloqueio policial no entorno do estádio, incitar a torcida a ultrapassar o bloqueio, desacatar e agredir os policiais que faziam a segurança durante a chegada das delegações. Na ocasião, outro homem foi encontrado caído, com um ferimento na cabeça. Ele foi levado ao Pronto Socorro Campo Limpo, mas não resistiu”, afirmou a Polícia Civil, em nota.

Na terça-feira (26), a Torcida Independente também se pronunciou. A entidade informou que Rafael Garcia fazia parte dos quadros da Surdos e Mudos da Independente. “Não sabemos o que ocorreu e aguardamos o total conhecimento dos fatos, para as devidas responsabilizações”, o grupo publicou em uma rede social, afirmando que seguiu todos os protocolos estabelecidos pelas autoridades de segurança.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.