Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

No novo ensino médio, alunos da rede estadual preferem aulas de linguagens e ciências humanas

A partir do ano que vem, alunos poderão escolher parte do currículo escolar, saiba quais foram as opções favoritas

Por Guilherme Queiroz Atualizado em 27 jul 2021, 21h36 - Publicado em 27 jul 2021, 21h35

A Secretaria de Educação de São Paulo encerrou no dia 15 de julho a consulta para os alunos do ensino médio manifestarem interesse nos itinerários formativos do Novo Ensino Médio. A partir de 2022, os estudantes do segundo ano contam com o novo currículo, que inclui disciplinas que poderão ser escolhidas pelos alunos.

376 000 estudantes do primeiro ano responderam ao questionário da secretaria, cerca de 89% dos alunos dessa série. A área de linguagens liderou entre as opções, com 56% de interesse. Depois aparecem ciências humanas (44%), matemática (34%) e ciências da natureza (30%).

Os alunos puderam manifestar interesse em opções de aprofundamento curricular, e a que aparece em primeiro foi linguagens e ciências humanas (chamada de ‘cultura em movimento: diferentes formas de narrar a experiência humana’), com cerca de 99 000 interessados. Outras alternativas que tiveram alta adesão foram a de linguagens e suas tecnologias (‘#SeLigaNaMídia’) e matemática e suas tecnologias (‘matemática conectada’).

O governo de São Paulo anunciou investimento de 303,5 milhões de reais para o Novo Ensino Médio e a contratação de cerca de 10 000 novos professores. Além dos itinerário formativos, os alunos poderão escolher também entre 21 opções de cursos técnicos, em áreas como marketing, informática e farmácia.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade