Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Metroviários desistem da greve desta quarta (4)

Sindicato afirmou que chegou a acordo com o Metrô

Por Guilherme Queiroz Atualizado em 3 mar 2020, 21h27 - Publicado em 3 mar 2020, 21h23

Funcionários do Metrô se reuniram nesta terça-feira (3) para definir se a categoria iria decretar greve na quarta (4). Segundo comunicado divulgado pelo Sindicato dos Metroviários de São Paulo, a medida viria após o governo estadual não ter cumprido reajustes salariais.

A assembleia começou por volta das 19h30. A categoria decidiu que não vai realizar a paralisação. Pontos como o não cumprimento de uma decisão de reajuste salarial determinado pelo Tribunal Superior do Trabalho em 2019 e a retirada do adicional de periculosidade dos trabalhadores que trabalham em serviços como pintura e escada rolante foram negociados com o Metrô, segundo a assessoria do Sindicato.

Outra questão que, segundo o sindicato, foi acordada é o pagamento da participação de lucros da empresa. De acordo com a organização, também não foi dada aos metroviários. Caso a empresa não cumpra com os acordos, o sindicato afirma que irá realizar nova assembleia no dia 9 de março, para uma possível greve no dia 10.

A reportagem procurou o Metrô para comentar as acusações e as reivindicações da categoria, mas não obteve retorno.

+ OUÇA O PODCAST #SPsonha

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade