Continua após publicidade

Justiça de SP obriga Facebook a devolver perfil de João Gordo no Instagram

Vocalista do Ratos de Porão teve conta suspensa em julho deste ano anos após denúncias; juíza deu cinco dias para empresa restaurar a conta

Por Clayton Freitas
Atualizado em 8 dez 2021, 17h16 - Publicado em 8 dez 2021, 17h15

A juíza Vanessa Bannitz Baccala da Rocha, da 4ª Vara Cível do Foro Regional de Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, condenou o escritório do Facebook no Brasil a restaurar o perfil @jgordo, pertencente ao músico João Gordo, no Instagram, no prazo de cinco dias.

+São Paulo adota “passaporte da vacina” a partir do dia 16 de dezembro

Em decisão desta segunda-feira (6), a juíza determinou que a empresa pague multa diária de R$ 500 enquanto a conta não for reativada, limitada ao teto máximo de R$ 50 000. O perfil deve ser restaurado nos mesmos moldes em que foi suspenso, em julho deste ano, quando reunia mais de 210 000 seguidores.

Até a conclusão deste texto, às 17h desta quarta-feira (8), a conta não havia sido retomada.

Segundo a juíza, caso não seja possível reabilitar a conta, os valores podem ser convertidos para reparação de perdas e danos.

Continua após a publicidade

O perfil do vocalista do Ratos de Porão foi desativado no dia 17 de julho deste ano após uma série de denúncias.

Ferrenho crítico do presidente Jair Bolsonaro (PL), João Gordo disse à época que muitos usuários resgataram fotos antigas dele. “Lógico que é umas fotos que são ofensivas para esse tipo de gente, tipo Capeta, SUS, política, esses bagulhos assim”, disse, à época, em um vídeo postado por sua mulher, Vivi Torrico.

Antes da suspensão da conta, ele chegou a ter algumas postagens censuradas pela ferramenta. Uma delas foi devido a um post em que ele mostrava uma camisa com o nome de uma banda de grindcore de Fortaleza (CE) chamada Facada.

“O cara não sabia que Facada era o nome de uma banda, bem anterior ao caso de Bolsonaro”, disse Vivi, em julho.

Continua após a publicidade

Procurado por VEJA São Paulo, João Gordo disse que não comentaria o assunto.

No mesmo dia em que teve a conta suspensa, ele criou um novo perfil. Nas primeiras 24 horas o @jotagerdp já reunia mais de 35 000 seguidores. Atualmente são mais de 110 000, pouco mais da metade da conta original.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.