Clique e assine por apenas 5,90/mês

João Armentano: na toca do rato

O pedido do arquiteto foi atendido, ele recebeu o menor cômodo para decorar

Por João Batista Jr. - Atualizado em 5 dez 2016, 18h48 - Publicado em 14 Maio 2010, 17h48

O arquiteto João Armentano impôs uma condição à organização da Casa Cor, que começa no dia 25 no Jockey Club: só participaria do evento se lhe dessem o menor ambiente para decorar. Pedido feito, pedido aceito. Ele recebeu um cômodo de 28 metros quadrados, onde criou o porão de um rato. “Meu bichano tem sala de ginástica, cozinha equipada, escritório…” Todo o mobiliário, evidentemente, foi concebido em escala de rato — os objetos têm altura média de 20 centímetros. “Os visitantes terão de se agachar para ver tudo com precisão”, conta ele, que mandou fazer um alarme de emergência antigato. Armentano afirma ter investido preço de “banana-nanica” no projeto: 3 000 reais.

Publicidade