Homicídios e latrocínios crescem no Estado de São Paulo

Foram 296 casos de homicídio no mês passado, ante 287 em fevereiro de 2016

Os números de homicídios e latrocínios cresceram no Estado de São Paulo no mês de fevereiro, em relação ao mesmo período no ano passado. Foram 296 casos de homicídio no mês passado, ante 287 em fevereiro de 2016, uma alta de 3,14%. Já os latrocínios subiram de 24 para 34 – alta de 41,67%.

“Infelizmente os números em relação ao homicídio não são bons. Não estamos apresentando um dado que a gente vem seguidamente apresentando, que nos leva a ter a melhor taxa de homicídio do País. Para minha grande insatisfação e tristeza esse mês os números não nos favorecem”, avaliou o secretário de Segurança Pública, Mágino Alves.

Também houve aumento no número de estupros no estado – de 783 boletins de ocorrência para 794 (1,40% a mais), mas a estatística é considerada uma das mais subnotificadas. Houve aumento ainda em furtos (2,15%).

A pasta destacou queda nas estatísticas de roubo no período, que recuaram 1,5%, de 25.643 casos para 25.229. Roubo de veículos também teve queda, de 6.098 para 5.728 (6,07%).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Jorge Almada

    Brasil é o país que mais se mata no mundo sejam policiais, ou seja, bandidos. Mata-se por matar na certeza da impunidade. Aqui todo dia tem vitimas parecidos com o ISIS.
    No Brasil a cada 5 anos mata-se o equivalente a bomba de Hiroshima e Nagasaki, 269.000 vitima. São quase 60 mil homicídios por ano no Brasil.
    Vivemos em GUERRA, o pior disto é que somos todos passivos diante de tais brutalidades, refugiamos em casa e rezamos a Deus para nos protegermos e não fazemos nada para mudar o cenário diário DAS PERDAS DE VIDAS. Não vamos para as ruas protestar cobrar as autoridades, políticos, juristas, dirigentes religiosos, governos e ações para mudar estes cenários. O pior constatar que ESTES ficam em cima do muro e não fazem nada para modificar este cenário trágico.
    Além de que, há certeza da impunidade e as penas banais que está levando ao aumento destes tipos de crime, a sociedade brasileira ainda continua passiva diante dos fatos e pior não há manifestações para modificações na LEGISLAÇÃO para INIBIR estes tipos de crimes, como prisão perpetua e pena de morte para os casos de homicídios.