Clique e assine por apenas 6,90/mês

Alemão que agrediu mulheres em Cumbica será deportado

Vivendo no aeroporto há quatro meses, Stephen Brode foi detido hoje a pedidos da Polícia Federal e deve voltar à Alemanha no domingo (26)

Por Thaís Oliveira - Atualizado em 24 Mar 2017, 16h02 - Publicado em 24 Mar 2017, 15h56

O alemão Stephen Brode foi detido nesta sexta (24). O pedido de prisão da Polícia Federal é um dos procedimentos necessários para dar início ao processo de deportação do alemão, acusado de agredir mulheres no saguão do Aeroporto de Guarulhos.

De acordo com o delegado Luiz Alberto Guerra, da Policia Civil, o turista conversou com uma representante do consulado da Alemanha e deve voltar ao país de origem no domingo (26). Um médico chegou a liberá-lo para viajar desacompanhado, mas dois policiais alemães que vêm ao Brasil trazer um extraditado se ofereceram para acompanhá-lo no voo de volta.

O caso

O turista de 44 anos diz ser técnico em eletrônica e desembarcou no Brasil em dezembro, depois de uma temporada no Marrocos. Ele perdeu o voo de volta e, sem dinheiro para a passagem, se instalou no Aeroporto de Guarulhos, onde ‘mora’ há cerca de quatro meses. Recentemente, foi flagrado agredindo mulheres que passavam pelo local. Todos os casos foram gravados pelas câmeras de segurança do aeroporto, porém nenhuma das vítimas prestou queixa à polícia.

Continua após a publicidade

A polícia entrou em contato com companhias áreas alemãs para que elas doassem a passagem de volta, mas teve o pedido negado devido ao comportamento agressivo do alemão e a possibilidade de ele ter problemas psiquiátricos. Algumas aceitaram, desde que houvesse escolta policial para ele.

Publicidade